Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Stone Art

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Sejam bem vindos a esta minha casa.

Meu desejo

Foto de Karim (Kim) Khamzin

Lançar-me ao mar sem medos, sem receios
Esse que invade, inunda, que consome.
E nesse abandonar perder o nome
Nos ventos, oceanos, devaneios.

Se quando me lançar em toda parte
O meu desejo vão, a minha sorte
Seja escrever num sopro, em qualquer arte
Que possa me guardar, eterna e forte

Recortes do meu ser na viração
No que restar de mim, qualquer canção
Levada pelo vento em maresia.

E diz de mim num verso e logo passa
Se tudo cai no tempo e sua devassa
que o amor guarde meu nome em poesia.

Isabor Navarro

A Sandra é uma das melhores poetisas que conheço. Uma pessoa que admiro e de quem não perco pitada do que escreve. Visitem o blog dela em http://asolidaodasmulherespoetas.blogspot.com/ e vejam lá se não tenho razão.
O soneto que hoje vos mostro dela foi seleccionado para uma antologia a ser publicada em breve.