Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Stone Art

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Sejam bem vindos a esta minha casa.

Uma mulher vestida de aurora boreal

Foto de Andrei Safronov


Eis que surge sobre as brumas do inverno
Uma Deusa acompanhada por Júpiter
Que foi um filho salvo por uma pedra
Protegida por um leão correndo pela terra
E uma águia observando-a pelo infinito céu
Vestida pela luz que emana da Aurora Boreal
Trazendo na essência a temperança
Com sua Arte mais preciosa e alquímica
Enfeitada nos cabelos por ramos de alecrins
Coroada por uma coroa de marfim
Simbolizando o encontro do Sol e da Lua
Como no sonho de uma Pedra Filosofal
Descansando diante de um ribeiro manso
Seus olhos provam a visão do fogo
E tudo o que toca com o olhar, vira ouro
Na sua mão esquerda segura a copa de prata
Da Rainha sábia do mundo cabalístico
Na sua mão direita segura uma lança
Do Rei Salomão, sob a forma de uma tocha acesa
Iluminando sua visão diante das sombras
Do seu pescoço desce um fio de ouro
Com o símbolo do Yin e Yang do Tao
Alimentando a simbiose da sua alma universal
Levando sua mensagem pela Rosa dos Ventos
Quando surge o arco-íris no Oriente e Ocidente
Seus pés caminham sobre a superfície lunar
Pelos caminhos das provas mais difíceis
Por onde o coração, a mente e a alma passam
Transformando-a numa Deusa Mãe
De todos aqueles que ainda possuem
Um coração de criança pulsando em si
À sonhar por toda existência da eternidade




Este poema foi feito pela minha querida aluna Helen de Rose, que o dedicou a mim.
Aprendi, com este poema, a lenda de Júpiter que ainda hei-de trazer a este blog. Obrigado Helen pelo teu carinho
.