Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Stone Art

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Sejam bem vindos a esta minha casa.

Fim

Foto de Gediminas Kudirka

Hoje não te sei escrever, perdi as letras, sequer sei pontuar ou parafrasear...
Em páginas de vontades certas, não desejo um futuro por inventar. Hoje perderam-se todos os parágrafos, textos inscritos em sonhos coloridos. Presos nestas folhas pela paixão argamassada no desamor que se te prendeu à alma, desatei-os um a um e libertei-os enfim.
Hoje vou dormir neste tempo sem ti, real gelo de silêncio consentido, onde o fogo se pegou às páginas escritas no meu corpo e o consumiu por inteiro.
Hoje quero a presença de um tu doce, um evocar de amores felizes, metáforas de uma louquíssima paixão de matiz e cor perfeitamente combinadas.
Hoje serei eu.



A autora, Goreti Dias e a Mosaico das Palavras têm o prazer de convidar V.Exa. a estar presente na sessão de lançamento do livro "Diários - escritas inverosímeis" a ter lugar na Casa Juvenil S João Bosco, Quinta do Carvalho, Contumil (ao Estádio do Dragão), Porto, no próximo dia 4 de Abril, pelas 15h. Obra e autora serão apresentados pelo escritor, mestre em Teoria da Literatura, Luis Filipe Pereira. O lançamento do livro contará com o acompanhamento musical do Quinteto de Metais do Conservatório de Música do Porto, sob a direcção do Maestro Rui Brito.