Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Stone Art

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Sejam bem vindos a esta minha casa.

O nosso tempo (video)

O que seria de nós sem a internet?
O mundo está ligado pela web e a nossa vida depende dela.
A toda a hora surgem novas páginas, milhões de novos dados que caem segundo após segundo. Uns bons e outros nem tanto.
Neste programa vamos viajar online. 
Descobrimos um site didático que ajuda as famílias nesse bicho de sete cabeças que é a matemática - um site para os estudantes, onde os pais devem estar presentes.
Depois vamos ver o que o facebook está a fazer das nossas crianças e dos nossos jovens: net dependentes? Ou gente informada que sabe usar a rede social?
E por fim chegamos ao limite, o uso abusivo do computador faz adoecer. O mundo online pode tornar-se um vício. Falámos com portugueses que estão em processo de tratamento desta nova dependência e outros que já o terminaram. 
O mundo online pode tornar-se um vício se não soubermos parar.


Foi neste programa que participamos, eu e a familia. Espero que gostem de ver como nós gostamos de participar. E mais uma vez, parabéns á Berta de Freitas e ao Nuno que provaram (mais uma vez) ser uns excelentes profissionais.

O nosso tempo

 

Devem as crianças até aos 12 anos ter facebook e frequentá-lo? E os pais, autorizam? Em que condições? Quais as regras de segurança que se devem incutir na miudagem? Que conselhos dão... como orientam, para que perigos alertam sobre as redes sociais... E para que querem os miúdos ter facebook? Utilizam-no para quê?

 

O programa da RTP1 O nosso tempo quer responder a estas e outras perguntas relacionadas com o mesmo tema. Para isso, contou com a minha colaboração, dos meus filhos e do meu marido, numa entrevista que só correu lindamente dado o profissionalismo da Berta de Freitas (a jornalista) e do Nuno (o operador de câmara). Tivemos, na passada quarta-feira, lá em casa, a fazer a entrevista e o mínimo que posso dizer é que nos divertimos imenso e que até nos esquecemos da câmara.

 

O programa vai ser transmitido na próxima terça feira, dia 18 de Junho, a seguir ao telejornal da RTP1. Vai valer a pena ver.

"O bebé que não sabia que tinha nascido" ou a ignorância de algumas pessoas

 

 

Dizia hoje o DN a propósito desta foto que o médico, Aris Tsigris, da cidade grega de Amarousin, a norte de Atenas, colocou no Facebook esta imagem de um bebé, ainda dentro do saco amniótico, depois de ter nascido de cesariana, tendo acompanhado a imagem da legenda: "O bebé que não sabia que tinha nascido". Uma vez que o saco amniótico - composto por água e pequenas quantidades de urina e que protege o feto e o mantém a uma temperatura constante - continuava intacto, o bebé continuava com a sensação de estar dentro da barriga da mãe.

O curioso é que esta foto tem sido divulgada no facebook mas com uma história diferente: a de que a mãe tem SIDA e que a placenta manteve-se assim para proteger o bebé da doença... claro que o facto da SIDA ser transmitida pelo sangue que circula também no cordão umbilical não é para aqui chamado. Enfim, mais uma vez se prova que, antes de se divulgar alguma coisa se deve usar aquela coisa que fica logo abaixo do couro cabeludo e que se chama cérebro. Que algumas pessoas às vezes parecem não ter...