Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Stone Art

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Sejam bem vindos a esta minha casa.

Uma paixão chamada livros #10

4117_1881.jpg

Não gosto de livros demasiado pequenos, ficam sempre a saber-me a pouco. Mas hoje tenho de vos falar no

Livro mais curto que já li

E que foi O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá de Jorge Amado.

500_9789722020244_bis_gato_malhado_andorinha_sinha

Não encontro, em lado algum, o número de páginas mas era bastante fininho e muito, muito bonito.

Sinopse

Jorge Amado escreveu O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá em 1948, para o seu filho João Jorge, quando este completou um ano de idade. O texto andou perdido, e só em 1978 conheceu a sua primeira edição, depois de ter sido recuperado pelo filho e levado a Carybé para ilustrar. Com ilustrações belíssimas, para um belíssimo texto, a história de amor do Gato Malhado e da Andorinha Sinhá continua a correr mundo fazendo as delícias de leitores de todas as idades.

 

Actualização - tem 75 páginas.

________________________________

Desde o dia 1 de Maio, e por 45 dias, fala-se de livros neste blog e no blog da M*. São 45 posts que nos levam a partilhar gostos e experiências sobre o mundo dos livros e, ao mesmo tempo, a pensar e a reflectir sobre os livros que já lemos. Podem encontrar aqui as minhas respostas e aqui as respostas da M*.