Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Stone Art

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Sejam bem vindos a esta minha casa.

Críticos literários ou fiscais das finanças?

1355750402.jpg

Tal como o João Miguel Tavares, também eu desconhecia que a ilustre Autoridade Tributária fazia criticas literárias... já não bastava continuarem a enviarem-me emails disparatados, agora ainda deitam abaixo um autor de crónicas porque estava carente de “efeito estético” e que se mostrava incapaz de proporcionar “uma sensação de prazer e emoção no receptor.

Fantástico!

Que mais iremos descobrir acerca destes ilustres?

Começamos hoje

ng4551252.jpg

a deixar uma pegada ecológica negativa no planeta terra.

Em apenas oito meses (em 1975 eram onze meses) o ser humano consumiu mais recursos biodegradáveis do que aqueles que este planeta – o único que temos para viver – consegue produzir.

Até que o ano termine, vamos viver acima das nossas capacidades. E, se em termos monetários, isso tem consequências negativas, em termos ecológicos as consequências são nefastas e começam a fazer-se sentir.

Se esta tendência se mantiver, em 2030 (faltam apenas 15 anos!) serão necessários os recursos gerados por dois planetas Terra para responder às necessidades do homem.

Se calhar valia a pena pensar nisto, não? Mas a sério. E na óptica da resolução do problema e não como parte do problema.