Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Stone Art

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Sejam bem vindos a esta minha casa.

Pedofilia e as redes sociais

 

 

 

Já falei nisto aqui, mas, infelizmente, cada vez mais vejo fotos de bebés/crianças partilhadas pelos seus familiares e, muitas vezes, em poses que parecem (e são) inocentes para o comum dos mortais mas que, para um pedófilo são um mimo. E hoje, quando abri o meu facebook e vi algumas das fotos de crianças que foram partilhadas, resolvi voltar a falar no tema, indo buscar uma situação que aconteceu há cerca de 15 dias.

 

Nesse dia, quando abri o facebook vi que o Tito de Morais, pessoa que muito admiro e que luta por uma internet segura para as crianças e jovens, tinha publicado o seguinte texto: “Vou começar a fazer uma terapia de choque no facebook aos meus amigos que mostram fotografias dos seus filhos aqui. E só me vai ser necessário mostrar este perfil: https://www.facebook.com/profile.php?id=100004663381614 que o facebook não bloqueia por considerar o conteúdo inofensivo. Tenho aqui a prova:" (não percam tempo a ir visitar o perfil que, entretanto, foi apagado pelo facebook).

Resolvi ir ver o dito perfil e fiquei sem palavras. Um(a) dito(a) Juan Carlos tinha, no seu perfil, centenas de fotografias inocentes de miúdas, com idades entre os 7 e os 10 anos (mais ou menos). Muitas tiradas de férias, em bikinis, fatos de banho, calções, roupas mais transparentes e mais curtas. Fotos que o utilizador tinha, certamente, copiado de outros perfis. Nenhuma das fotos era violenta, nenhuma das crianças estava nua, eram fotos normalíssimas, daquelas que os pais gostam muito de partilhar para mostrar como as filhas são lindas e estão crescidas. Ou fotos que as próprias miúdas publicaram para mostrarem aos amigos como as férias foram boas. Não havia qualquer problema com as fotos. O problema estava nos comentários que o Juan Carlos fazia. Alguns eram inocentes (ou pelo menos aparentemente) mas a grande maioria eram comentários lascivos, eróticos, pornográficos mesmo.

Se, por um lado, me congratulo com a retirada do perfil, por outro tenho pena que tenha sido apagado, não permitindo que mais pais vissem o que pode acontecer às fotos que, tão alegremente, partilham nas redes sociais. E que continuam a partilhar, apesar de todos os alertas que aparecem aqui e ali e apesar de todos os esforços que o Projecto Miúdos Seguros na Net tem feito para ajudar pais e miúdos (de todas as idades) a compreender o risco. É que, infelizmente, nem sempre os pedófilos se ficam pelas fotos. E sem prevenção, a vida deles fica facilitada e as das nossas crianças em risco.

Se tem crianças, leia estas recomendações de segurança e veja este site com os seus filhos.

Vejam ainda este artigo de opinião sobre as redes sociais para famílias

Proteja-os e ajude-os a protegerem-se.

4 comentários

Comentar