Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Stone Art

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Sejam bem vindos a esta minha casa.

Aprender uma coisa nova por dia, nem sabe o bem que lhe fazia! #5

peixe.gif

Estava a comer uma bela duma dourada ao almoço e ia engolindo uma espinha. E lembrei-me de partilhar convosco a seguinte recomendação. Nunca, mas nunca, comam pão “para empurrar” a espinha. É que o pão, de facto, empurra a espinha mas pode ser numa direcção errada – ou seja, em vez de a empurrar para o estomago, pode empurra-la contra as paredes do esófago e arranjam uma valente chatice.

Quando engolimos uma espinha, o ideal é, primeiro, mostrar a boca a alguém para ver se lho pode tirar, com os dedos ou com o auxílio de uma pinça, devendo a pessoa que vai tentar tirar a espinha, baixar a língua ao outro por meio de uma colher.

Beber um copo de água auxilia muitas vezes a descida da espinha para o estômago. O sumo de um limão pode ajudar a resolver o incómodo, porque amolece a espinha, tornando-a flexível. Há também quem aconselhe a beber bebidas com gás porque o gás ajuda a espinha a soltar-se.

 

(podem consultar, aqui mesmo ao lado, os tópicos já publicados nesta rubrica)

 

 Esta rubrica não está restringida a mim e à Sofia Margarida. Todos podem participar. Só vos pedimos que nos dêem conta, de alguma forma, do post onde o fizeram para que possamos acrescentar na lista dos tópicos publicados.

Novas parceiras da rubrica - Ana e Bomboca de Morango

16 comentários

Comentar