Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Stone Art

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Sejam bem vindos a esta minha casa.

Aquele momento...

Em que entras num táxi, a rádio está com o som baixinho e, de repente, começas a ouvir o taxista... primeiro a murmurar qualquer coisa e depois a cantar. Com uma boa voz para escrever à máquina...

E foi a viagem toda assim.

11 comentários

Comentar