Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Stone Art

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Sejam bem vindos a esta minha casa.

Desgracei-me #2

livros.jpg

Já me tinha desgraçado a semana passada quando foi à Feira do Livro. Mas como disse na altura, quis lá voltar e hoje aproveitei que o dia estava mais fresquinho para o fazer, na companhia duma boa amiga.

Comecei pela Saída de Emergência. Na compra de dois livros ofereciam o terceiro. Eu comprei quatro, trouxe seis para casa. E como gastei mais de € 20,00, trouxe um vale de € 5,00 para gastar no site da editora (e que é cumulativo com outras promoções).

Mais uma vez, no pavilhão da Leya só comprei um livro. A semana passada tinha sido Perguntem a Sarah Gross (leiam que não se arrependem). Ainda estive com o livro vencedor do prémio Leya em 2014 nas mãos mas optei por não o comprar. É que, depois de ler Perguntem a Sarah Gross, um dos finalistas e de o ter adorado, fiquei com um misto de sentimentos e que se resumem a: e se o júri não soube avaliar bem e o finalista é melhor que o vencedor?

Voltei à Porto Editora e sai de lá com Os Maias. Depois da M.J. tanto me ter recomendado que o leia, resolvi comprar esta versão que, ainda por cima, era livro do dia e por isso ficou bastante barato.

Mas o estrago não estaria completo enquanto não comprasse um dos livros que a Sara me recomendou. Jane Eyre da inglesa Charlotte Brontë, um romance editado em 1847. Encontrei-o em vários pavilhões a valores dispares mas como sabia que a Nathy o tinha comprado a menos de € 10,00 lá falei com ela para saber qual tinha sido o pavilhão e fui até à Civilização comprá-lo por € 6,60.

Resumindo, em duas idas à Feira do Livro de Lisboa, gastei cerca de € 150,00 e trouxe 22 livros para casa. Ainda fiquei com dois vales, um para gastar na Bertrand (loja física) e outro para gastar no site da Saída de Emergência.

Agora vou ali num instantinho guardar os livros muito devagarinho no meio dos outros que ali estão à espera de vez para serem lidos e vou fixar post-its e lembretes pela casa toda a dizer:

- não compro mais livros enquanto não ler os que tenho

- não compro mais livros enquanto não ler os que tenho

- não compro mais livros enquanto não ler os que tenho

- não compro mais livros enquanto não ler os que tenho

 

26 comentários

Comentar