Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Stone Art

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Sejam bem vindos a esta minha casa.

Haja coerência

que o resto logo se vê...

 

Agora, no café, uma mãe com o seu gaiato que não teria mais de quatro anos.

 

- quero um bolo!

- não comes um bolo porque não comeste a massa.

- então quero um kinder.

- e qual deles queres?

- não há o que quero, quero isto.

- um queque? Não preferes outro bolo?

10 comentários

Comentar