Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Stone Art

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Sejam bem vindos a esta minha casa.

Mais 365 dias

46th_birthday_party_greatest_forty_six_year_old_po

Passaram-se 365 dias desde que comemorei 16.436 dias. Se os primeiros 16.436 dias foram fantásticos, estes últimos 365 dias foram-no ainda mais. 

Viagens, o meu terceiro livro foi um dos acontecimentos que marcou este último ano. Mas não foi o único. 

No último ano nasceu a Seita do Arroz e o Clube das Pistosgas. Sabem aquela sensação estranha de não sabermos que precisávamos de alguma coisa, que faltava qualquer coisa que nunca tivemos? É o que sinto com elas. Não fazia ideia que me faltavam estas meninas. Mas não são só elas. É raro o dia que eu e a Vanessa não passamos horas a falar. De tudo e mais um par de botas.

O blog cresceu e as amizades aqui no Bairro também mas não vou falar nisso... deixo para falar na próxima comemoração. Lembram-se que vos disse que esta semana era uma semana de comemorações? Então, domingo estaremos aqui de novo com uma pequena festa.

Foi um bom ano.

Há um ano atrás o marido estava com problemas no coração e não sabíamos o que viria a seguir. Veio a operação há 23 dias atrás e uma recuperação que não está a ser fácil mas que nos vai levar a bom porto. Ontem comemoramos 15 anos de casados. Esperemos que venham mais outros tantos e depois outros tantos a seguir. Pelo menos...

Os meus filhos serão sempre os meus filhos. Não são a minha única razão de viver nem sequer o meu objectivo de vida mas são o meu orgulho.

Férias... em Sesimbra, uma vila fabulosa que tem tanto para dar e que é tão mal aproveitada. Férias para descansar são em Sesimbra.

Os livros... é impossível falar sobre o meu último ano - ou melhor, é impossível falar sobre mim - sem falar nos meus livros. O meu sonho de ter uma biblioteca está a realizar-se aos poucos. Tive de mandar instalar mais estantes para ter espaço para todos. Ainda tenho muitos em espera mas aos poucos estou a reduzir esse número (a operação do marido, mais as consultas, os dias em casa ajudaram nessa tentativa). Confesso que também tenho evitado comprar mais. Não gosto de ter tantos à espera e por isso tenho feito esse esforço (não é um esforço fácil mas enfim, vai-se tentando).

No último ano e ainda no capitulo dos livros, tive umas experiencias fabulosas com o Clube das Pistosgas, a Azulmar, a Miss F, a Pavlova e a Joana. Leituras conjuntas. Uma forma engraçada de ler e de partilhar o que pensamos do livro. Adorei, é uma experiencia a repetir nos próximos 365 dias.

46 anos... é esta a idade que faço hoje. 46 anos com altos e menos altos. Porque não há momentos maus, o que há são momentos menos bons e que fazem com que possamos apreciar ainda melhor os bons momentos. Não sei se vou viver mais 46 anos mas posso dizer-vos que adorei cada minutos dos anos que já vivi e irei adorar todos os minutos dos anos que terei pela frente. 

Deixo-vos, por fim, o bolo que a Maria me ofereceu. Sirvam-se duma fatia. Está delicioso.

12285962_10206549222783215_77928547_n.jpg

 

37 comentários

Comentar

Pág. 1/2