Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

StoneArt Portugal

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Eu e os meus livros. Sejam bem vindos a esta minha casa.

StoneArt Portugal

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Eu e os meus livros. Sejam bem vindos a esta minha casa.

No blog com... Azulmar

 

azulmar.png

 Hoje, No blog com trago-vos a Azulmar

Cedendo a um pedido tão gentil da Magda, vou falar um pouco sobre mim. Sou a Azulmar, uma mulher de gostos simples e apenas com a ambição de ser feliz e de fazer os outros felizes (pode parecer cliché, mas é verdade). Sou mãe de uns miúdos que são, ao mesmo tempo, os melhores e os piores filhos do mundo (eles dizem o mesmo da mãe deles, não se preocupem). Tenho duas paixões, o crochet e os livros. Há quem sonhe com um enorme closet com muitas roupas e sapatos, eu sonho com uma biblioteca em casa. Sou muito prática e descomplicada. Não gosto de mexericos e para mim são todos inocentes até prova em contrário. Sou introvertida e só me dou a conhecer aos outros muito a custo. Por isso está a ser dificílimo escrever este texto. E pronto, ficamos por aqui, pode ser?

1. Deixada pela Cindy. Qual a tua viagem de sonho? E com quem a farias? Upssssssssss, são duas perguntas!
Uma volta ao mundo, num daqueles grandes navios de luxo. Sem qualquer prazo para terminar. Levava a minha irmã, que é a minha companheirona de viagens. E o meu filho mais velho, que também adora estas coisas. Mas primeiro tenho que ganhar o euromilhões, certo???
 
2. Um canto de conversa escrito pela Azul Mar. Porquê Azul Mar?
Azul Mar porque, querendo manter o anonimato por razões diversas, tinha que escolher um nickname e lembrei-me de juntar a cor que mais gosto ao elemento da natureza que também mais gosto. Eu sei, não é muito poético, mas é a verdadeira história por trás do nome.
 
3. O que te levou a iniciar um Diário de Gratidão?
O Diário de Gratidão começou depois de eu ler numa revista que adoro, a FLOW, um artigo sobre o projecto muito bonito, '365Grateful', em que a sua autora fotografava todos os dias um acontecimento positivo, um momento feliz. Inspirada nele, resolvi em vez de fotografar, escrever sobre algo que me sentisse grata a cada dia. E tem sido muito bom, é uma maneira de me focar mais nas coisas boas, por mais simples que possam parecer. E houve dias em que fez toda a diferença. Houve dias que correram tão mal que foi uma forma de desanuviar, pensar numa coisa boa no meio de tanta coisa má.
 
4. Se tivesses de escolher apenas um livro como aquele que mais te marcou, qual escolherias?
Ui! Tu sabes bem como é difícil responder a uma pergunta destas! Há tantos que me marcaram. A colecção inteira d' Os Cinco, porque foi aquela que comprei, um a um, com a mesada que os meus pais me davam. O Principezinho, tão bonito na sua simplicidade, mas tão sábio. A Trilogia do Século, do Ken Follett, tão boa, tão boa. E, já te falei dele, A Elegância do Ouriço, maravilhoso, sublime. Muitos mais há, mas iria ser uma resposta mesmo muito longa...
 
5. Sem saberes quem será a próxima convidada, que pergunta lhe deixas?
Se tivesses que perder um dos 5 sentidos, qual 'preferias'' e porquê?
 
6. O que me gostarias de perguntar?
Onde guardas os teus livros todos? (ando à procura de soluções criativas para a falta de espaço...)
O maior drama dos livrólicos... onde guardar livros. Nas minhas estantes & os meus livros podes ver a estante que tivemos de mandar fazer. Anulamos uma parede da sala (a maior, vá-se lá saber porquê) para poder por os livros. O problema, neste momento, é que já não chega. Agora tenho livros nas estantes dos quartos dos miúdos, em sacos, numa caixa ao lado da lareira e nas estantes do móvel da sala. Tivemos de mandar fazer uma nova estante embutida na parede, no hall de entrada que deve estar pronta daqui a umas duas semanas e nessa altura voltarei a ter tudo arrumado.
Mas, se o que procuras, são estantes originais, olha estas Bookshelves

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D