Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

StoneArt Portugal

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Eu e os meus livros. Sejam bem vindos a esta minha casa.

StoneArt Portugal

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Eu e os meus livros. Sejam bem vindos a esta minha casa.

No blog com... Vanita

caixa.png

Para o primeiro No Blog Com... temos a Vanita, autora dos blogs caixa dos segredos e máquina de escrever

 

Quem é a Vanita? A Vanita é o nome onde me escondo e onde mais me revelo. Aqui sou sem medidas mas não me dou a conhecer à primeira. Sou a menina que queria ser jornalista, arqueóloga, fotógrafa, advogada, secretária e telefonista, a jovem que perseguiu esses sonhos e que hoje olha para o espelho e ainda se vê com o tamanho de todos esses sonhos. Sou a menina que nunca soube brincar mas que ainda se perde num universo que só existe na sua cabeça, tanta vezes melhor que o mundo lá fora. Quem sou eu? Sou o livro aberto que se lê no meu blog.

 

1. Deixada pelo Pedro Neves - Gosto muito de aprender (e às vezes rir) com os erros dos outros, por isso perguntaria qual é o erro mais caro que já fez.
Ora bolas! Quando li a entrevista do Pedro, pensei logo que esta era uma pergunta tramada. Tinha de me calhar. Não sou muito de me arrepender de coisas feitas, pelo que, tendo a aceitar os erros como aprendizagens e fazer deles mais-valias. Ainda assim, a ter de salientar um erro, diria que o maior erro da minha vida - ou o mais caro - foi acreditar sempre que os outros nunca seriam capazes de fazer algo que eu própria não fizesse também. Ver os outros à minha semelhança foi um erro que me desgostou em uma ou outra situação, mas também me fez crescer e, por isso, só tenho a agradecer.
 
2. Primeira semana de 2016. Que expectativas tens para o ano que agora se inicia?
Ano novo em folha, tudo em branco. Angustia-me a ideia de não saber o que o futuro reserva, mais porque sou pessimista por natureza e temo sempre as piores notícias e reviravoltas que a vida nos pode trazer. Para 2016 quero saúde - sempre! -, amor e muitos desafios profissionais e pessoais que me obriguem a dar o melhor de mim. Gosto sempre de me superar. Que 2016, ano bissexto, seja um ano de superação.
 
3. Livros. Em papel ou formato digital?
Papel, sem dúvida. Apesar de ainda não ter lido um livro que seja em formato e-book, pisco-lhes o olho e acredito que o farei mais dia, menos dia. Mas nada bate o papel. É como os jornais, a Internet só lhes ganha porque está mais à mão, mas é no papel que realmente confiamos. O mesmo se passa com os livros.
 
4. Qual o balanço que fazes dos teus blogs?
Há muitos anos que só tenho a Caixa dos Segredos. Tive outros, nos primórdios da blogosfera, mas fiquei por aqui e gosto de cá estar. Este é um blog intimista, que cresceu comigo. Há muita imaturidade em textos mais antigos, mas funciona como um diário, um espaço que é como uma extensão de mim, sem pretensões de fama ou grande divulgação, mas que se mantém, umas vezes mais activo, outras menos. É uma presença constante na minha vida, já quase com dez anos, onde me descubro e perco tantas vezes. Gosto muito de alguns textos inspirados que andam por aí, perdidos no histórico. Gosto de me rever neles. É como viajar no meu passado e é mesmo isso que a Caixa dos Segredos representa para mim. Não sou a blogger mais convencional do mundo, não quero ser famosa.
 
5. Sem saberes quem é o próximo convidado, que pergunta lhe deixas?
Que segredo guardas com mais carinho?
 
6. O que gostarias de me perguntar?
Que livro gostarias de ter escrito?
 
Apaixonei-me pela A sombra do vento porque é dos poucos livros que consegue descrever, em vários excertos, a paixão que tenho pelos livros e pela leitura. Sim, gostava de ter sido eu a escrever este fantástico livro, sem dúvida.

5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D