Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

StoneArt Portugal

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Eu e os meus livros. Sejam bem vindos a esta minha casa.

StoneArt Portugal

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Eu e os meus livros. Sejam bem vindos a esta minha casa.

Os 36 Homens Justos

os_36_homens_justos.jpg

Os 36 Homens Justos de Sam Bourne

Editado em 2007 pelas Edições Asa

ISBN: 9789724151021

 

Sinopse

Cumpre-se finalmente a profecia da cabala. O fim do mundo está a chegar…

O tempo está a esgotar-se – falta um cadáver mais ou um dia menos para o fim do mundo. A antiga profecia está prestes a cumprir-se e um só homem o pode evitar… Uma complexa conspiração de fundo religioso, num thriller que arrasta o leitor para as mais secretas profundidades do misticismo e para as profecias da Cabala. Visionário e inquietante, este romance de ritmo trepidante convoca a morte, a mística e a Bíblia.

 

A minha opinião

Este livro foi adquirido de impulso. Dois livros por 8 euros? Tinha mesmo de aproveitar, até porque ambas as sinopses me pareciam interessantes. Como a Nathy também não resistiu a esta promoção, lá combinamos lê-lo ao mesmo tempo.

Will é um jornalista júnior num dos maiores jornais de New York. Como habitual, os jornalistas mais novos cobrem o turno da noite e os assassinatos. Quando acontece o primeiro assassinato no seu turno, Will não se deixa ficar pela notícia normal e resolve investigar quem era o proxeneta que tinha sido violentamente assassinado. Para sua surpresa, descobre que Howard era um homem justo e que tinha ajudado, sem querer nada em troca, uma mulher em desespero.

Quando Beth desaparece, Will é forçado a encontrar respostas. E só TC, a sua ex namorada, o pode ajudar. O tempo urge, mas Will e TC têm uma ajuda – alguém quer que encontrem Beth e, com isso, encontrem também quem está a matar os 36 homens justos que são considerados o pilar da humanidade.

Foi o primeiro livro que li deste autor e fiquei bem impressionada. Cada fim de capítulo leva‑nos a querer ler, de seguida, o próximo capítulo para descobrirmos o que se vai passar. Uma história surpreendente, onde o suspense e policial se juntam para nos prender, da primeira à última página.

Um autor a conhecer melhor, com certeza.

Agora vão ali ao lado conhecer a opinião da Nathy.

12 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D