Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

StoneArt Portugal

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Eu e os meus livros. Sejam bem vindos a esta minha casa.

StoneArt Portugal

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Eu e os meus livros. Sejam bem vindos a esta minha casa.

Razões para acordar

x435.gif

Hoje de manhã, no barco, e antes de pegar no sono livro, ouvi parte da conversa dos vizinhos do banco de trás. Dizia um dos rapazes, aparentemente deprimido, que, todos os dias, quando acordava, precisava de encontrar uma razão para abrir os olhos e se levantar.

Adormeci, Comecei a ler a pensar nisto. Ora que razões tenho eu, todos os dias, para me levantar cedo e andar o dia todo cheia de sono desperta?

Para já o trabalho. Porque gosto do faço e faço o que gosto e por isso é com gosto que venho trabalhar.

Depois os meus filhos, acordamos todos à mesma hora e por isso vê-los, todas as manhãs e falarmos, nem que seja de corrida, sabe pela vida.

As cadelas, sim as cadelas que, muitas vezes, são o meu segundo despertador. Saltam alegremente para cima de mim e lavam-me lambem-me a cara, não me deixando dormir.

O sol, os dias lindos de sol (mesmo que ainda não esteja muito calor) são uma das boas razões para sair da cama e de casa.

Os amigos e amigas que estão cá fora, na rua e não em casa. Aqueles com que troco emails o dia todo (os do clube do livro, por exemplo, não é Nathy, M* e Sofia? sendo que, neste caso, só trocamos emails por duas razões - por tudo e por nada).

Acho que, se pensar um bocadinho mais, tenho tantas, mas tantas razões para sair da cama todos os dias e nenhuma (excepto o ter sempre sono…) para lá ficar.

E vocês, o que vos leva a saírem da cama todos os dias? Vamos lá ajudar o rapaz (apesar de que há apenas uma ínfima possibilidade de, um dia, ele ler isto).

15 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D