Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Stone Art

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Sejam bem vindos a esta minha casa.

Eu tenho dois amores

Hoje sinto-me em modo Marco Paulo e até pensei em pegar num microfone e começar a cantar, enquanto o micro salta de uma mão para a outra.

Não, não estou maluca de todo, estou apenas encantada (acho que encantada é dizer pouco) com o novo layout deste meu blog, particionado pela Gaffe assim como estava já encantada pelo layout do Stone Art Books que também foi feito por ela.

Os meus dois amores, os dois blogs, ambos lindíssimos, ambos eu própria e, tal como na famosa canção, sem saber de qual eu gosto mais.

A Gaffe, sem nunca me ter visto mais gorda ou mais magra, em mais carne que osso, sem falar comigo sem ser por email ou sem ser pelos posts que lemos uma da outra (e que comentamos pouco mas sabemo-nos sempre mutuamente presentes) acertou, mais uma vez na mouche. E nem pensou muito, afinal passou apenas uma semana desde que lhe pedi a nova decoração.

Não que não gostasse da anterior. Foram quase três anos dum layout que também me foi oferecido por alguém por quem tenho uma grande consideração, um layout que também me fez feliz e me fez sentir em casa. Mas, tendo nascido o Stone Art Books o fundo que este tinha, os livros, fazia menos sentido. Não que não continuem a ser o meu refúgio mas porque o meu refugio passou a ter casa própria. Aproveitei que estou de mudança de casa (fisicamente) e pronto, mudei também esta decoração. E nunca vou poder agradecer o suficiente a quem fez a primeira decoração e à Gaffe, que fez esta agora.

Aproveitei e mudei o nome do blog. Agora passa a ser apenas Stone Art, caindo o Portugal. Sem regionalismos e cheia de vontade de não me perder e de voltar a publicar todos os dias.

Contem-me tudo. Não acham que eu tenho razão em ter estes dois amores?

 

Entretanto...

Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Quanto a ontem...

obrigado.jpg

Apesar do cansaço extremo que está instalado

(afinal saímos do Barreiro por volta das 8h30, chegamos a casa depois da meia noite e apanhamos várias zonas com um temporal péssimo)

a verdade é que o dia de ontem, no Porto, foi excepcional.

Para quem não esteve presente, ambas as apresentações correram bem. A Vera teve o bónus de não ter sido apenas eu a falar sobre o livro dela – afinal a Maria das Palavras também lá estava e partilha, com a personagem do livro, o nome. Fazia, por isso, todo o sentido que também desse a sua opinião.

E eu não tive um bónus. Tive vários!

Além da M.J. e da Maria das Palavras, também a Cindy achou que a apresentação dos nossos livros era um bom plano para este fim de semana. A Just, aproveitou para ter os livros das bloggers e passar uma tarde de domingo diferente e que lhe permitiu ligar, pela primeira vez, a vida blogosférica à vida real. Adorei que o tivesse feito!

Já a Gaffe atrasou-se mesmo para a apresentação mas sei que lá esteve em pensamento.

Mas houve quem não estivesse fisicamente e estivesse nas palavras. A Cris (ainda não desisti de irmos comer uma tosta a metro, mesmo sabendo que não comes pão), a Ana Vale, a Joana S, a Rapariga do autocarro, a Fatia Mor, a Neurótika Web (e o raio do café que não acontece), a Helena Silva, a Ana CB, a Marta e a Maria Alfacinha, obrigado pelo tempo que perderam a escrever sobre mim e sobre o meu livro. Fiquei tão feliz que as palavras são parcas para descrever esse sentimento.

Obrigado a todos por terem tornado um domingo chuvoso num dia tão alegre!

Os meus marcadores de livros

Aqui há umas semanas, em conversa com a Sofia Margarida, falei-lhe que gostava de ter alguma peça feita por ela em feltro. Para quem não sabe, a Sofia é uma fada do feltro (ok, eu sei que prefiro bruxas, mas no caso da Sofia, o que se aplica é mesmo o termo fada - das mãos dela saem trabalhos feitos à mão - exclusivamente à mão - absolutamente extraordinários).


Quando lhe falei nisto, a pergunta foi a sacramental - que peça? pois, fiquei na dúvida. Queria uma coisa diferente, que me dissesse alguma coisa. E então lembrei-me. Lembrei-me das duas meninas de quatro patas que andam aqui por casa, que são a nossa alegria e que adoramos - a Bunny & a Saphira. Já vos falei delas aquiaqui e aqui

Mostrei então esta foto à Sofia e disse-lhe que queria uma peça em feltro com as minhas patudas:

15803168_olze6.jpeg

 

(A Saphira é a cor de mel, a Bunny é a que tem quatro olhos)

 

A primeira reacção da Sofia foi - ah e tal, não sei se consigo. Mas vou tentar.

A seguir foi preciso decidir que tipo de peça seria. Um porta chaves? Um enfeite de Natal? Aqui já não foi difícil decidir. Afinal, sendo os livros a minha paixão e dado que a ideia era poder leva-las sempre comigo, decidi-me por um marcador de livros. Aliás, por dois, um com a Bunny e outro com a Saphira.

Deitada a mão à obra, a Sofia foi fazendo o favor de me ir enviando fotos do processo criativo. E que processo. A cada nova foto, a minha vontade de ter as peças comigo era ainda maior. Estavam a ficar lindíssimas.

Até que, no dia do meu aniversário, a Sofia mostrou ao mundo o resultado final - podem conferir aqui. Confesso aqui, que ninguém nos ouve/lê, que quase que me apeteceu saltar de satisfação (pronto, não o fiz porque senão podiam achar que era um tremor de terra...) pela qualidade do trabalho. Estavam, em tudo, semelhantes às pequenitas que aqui andam. Foi uma excelente prenda que me foi oferecida, naquele dia.

E ontem recebi as peças. Coisas dos correios, que andam sempre atrasados - ainda para mais em Dezembro - mas elas cá chegaram. E só vos posso dizer que estão ainda melhor do que parecem nas fotos que a Sofia mostrou:

 

marcadores.jpg

Não ladram, é verdade. E são bastante mais maneirinhos que os modelos originais. Mas tirando isso, o cuidado com os pormenores é, de facto, fabulástico (sim, eu sei que esta palavra não existe. O que não quer dizer que não a possa usar para definir o trabalho da Sofia). Até temos uma cauda que abana.

Eu sei que já falei aqui muitas vezes da Sofia e já recomendei várias vezes que visitem o blog dela. Só o fiz porque a Sofia é uma amiga extraordinária, daquelas que, apesar distante, está sempre presente. Carinhosa, brincalhona, sincera, trabalhadora, simpática - são apenas algumas das características da Sofia. Junte-se a humildade e temos uma pessoa extraordinária, uma das melhores descobertas neste bairro que é o sapo blogs. 

Agora, e hoje, não vos recomendo o blog dela. Recomendo que visitem apenas os trabalhos dela aqui. Vejam a evolução entre a primeira peça que ela fez para oferecer à mãe e as peças acima e encomendem peças personalizadas para vocês e para oferecerem. Vão ver que não se arrependem. Eu sei que não me arrependi.

Ou então arrependi-me. Já me roubaram a Bunny. A minha filha quer ficar com ela e eu não sou capaz de dizer que não. Raios! 

Pedi o livro de reclamações

atendimento.png

Por norma só se lêem, por ai, reclamações sobre os atendimentos dos serviços. Como tenho a mania de ser do contra e porque também atendo ao público na minha vida profissional (e acreditem, é a parte que mais gosto do que faço), acho que um bom atendimento deve ser mais valorizado que um mau atendimento.

E foi exactamente isso que se passou no dia 25 de Outubro deste ano.

Nesse fim de tarde o telemóvel particular deu o berro. Ou por outra, avisou-me que, ou me dás descanso ou deixas de ter telemóvel. Como tinha um vale da Meo para gastar aproveitei para ir à loja do Barreiro, no Centro Comercial, para comprar um novo. Aproveitamos, eu e o marido, o facto de estar a dar um jogo de futebol – altura em que as lojas estão mais vazias – e lá fomos (valha-me o facto do meu marido ter a mesma opinião que eu em relação ao futebol – 22 homens em cuecas a correr atrás duma bola não tem qualquer piada).

Fomos, nesse dia, atendidos pela Catarina, que logo nos surpreendeu pelo sorriso com que nos recebeu – um sorriso franco de quem está à vontade com os sorrisos e não de quem sorri porque as normas assim o ditam.

Depois coloquei-lhe a minha dúvida – eu sou fã dos Lumia (da Nokia) e avessa a Androids e afins. Mas o meu marido é exactamente o oposto – nada de Lumia, só Androids. Então quisemos saber a opinião da Catarina. Ao contrário do que já me fui habituando, a Catarina não só me explicou porque devia escolher Android, como me mostrou – com muita paciência e sapiência – como funcionavam (no seu próprio telefone), em ambiente Android, algumas das funcionalidades que eu mais gosto do Lumia. Convenceu-me. Lá trouxe o telemóvel Android (ok, ainda não me entendo com ele, às vezes apetece-me atirá-lo da janela e estou sempre a arengar com ele, mas é por ser avessa às mudanças).

Para além disto, a Catarina – porque comentamos uma ou duas situações que se passavam com a nossa box desde o primeiro dia e que achávamos que era normal – mostrando bastante proactividade (característica muito em falta no atendimento ao público) ajudou-nos a resolver também esse problema (que nós nem sequer sabíamos que tínhamos).

Em suma, na mesma visita à loja resolvemos o problema que lá nos levou e resolvemos um problema que não sabíamos que tínhamos – e isto é, sem dúvida, um atendimento de excelência! E foi por isto que, no final do atendimento, pedi o livro de reclamações – porque é o mesmo livro, o das reclamações, que serve também para os elogios. E o atendimento que a Catarina nos ofereceu merecia – merece – um elogio público. Ficou no livro e fica aqui hoje. Quem sabe ela o lê e fica a saber que fez a diferença.

Miminhos

Ontem foi dia de mimos 

 

Começou pela M* que me destacou no Follow Friday

 

M2.png

 

Obrigado, querida M*. Adorei. Um beijinho grande, assim do tamanho do mundo.

Este texto da M* teve direito a destaque na homepage do Sapo:

 

Mde.png

 

E depois foi o meu post Eu & os outros que também teve direito a destaque no Sapo. Obrigado Sapinhos, são uns queridos. os Blogs que nomeei nesse post mereceram, sem dúvida, esse destaque.

eu e os outros1.png

Mimo do ano

unnamed.png

 

Estava eu descansadinha a tentar perceber porque é que não tinha internet no computador quando vejo, no telemóvel (maravilhas das tecnologias, já se sabe) um mail da minha querida amiga e cofundadora da tag “aprender uma coisa por dia nem sabe o bem que lhe fazia”, a Sofia Margarida, com esta foto. Primeiro achei que estava a ver mal. Eu, na página principal da Sapo? Nã… mete lá os óculos, estás a ver mal. Depois percebi que tinha os óculos e que estava a ver bem. Mas ainda assim não queria acreditar que a nossa rubrica tinha tido direito a este destaque.

Obrigado à equipa da Sapo por me darem mais este miminho. E obrigado à Sofia Margarida, não só por me ter avisado mas também porque é a cofundadora da rubrica “aprender uma coisa por dia nem sabe o bem que lhe fazia” – sem ela nunca a teria começado e não teria tido este destaque.

E a todos os que aqui chegaram por causa do destaque e a todos os que cá vem com regularidade, muito, mas mesmo muito obrigado!

Mimos

Hoje vou de fim de semana com a alma cheia de mimos.

 

Primeiro foi a Sofia Margarida que me destacou no seu blog. Depois de ler o que ela escreveu, entrou-me um raio dum cisco para o olho e tive de ir procurar os lenços de papel dentro da mala. Obrigado Sofia, és uma querida. Já agora, não por retribuição - que a Sofia merece muito mais que isso - convido-vos a todos a conhece-la no seu cantinho onde encontramos o dia a dia duma moça simpática, divertida, que adora artesanato (tem peças lindíssimas), que cozinha muito bem com a ajuda do Chef Bigodinho Guloso e da D Gulosa  e que está a começar a aprender a gostar de ler.

 

Sofia.png

 

Depois veio o miminho da Carlota. A Carlota é nova no Bairro mas, desde o primeiro dia, que mostra que ainda vai ser uma vizinha daquelas que queremos ter por perto. No cantinho da Carlota podemos acompanhar o dia a dia do período pré-operatório (e espero que pos-operatório tambem) do Bypass Gástrico que vai fazer. Vale a pena lá passar. Eu sei que passo todos os dias.

carlota.png

A seguir veio o mimo do Sapo Blogs para o meu post Ouvido de passagem #2. Obrigado batráquios.

 

sapo.png

e para todos vós que por aqui passarem - obrigado pela vossa presença e bom fim de semana