Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

StoneArt Portugal

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Eu e os meus livros. Sejam bem vindos a esta minha casa.

StoneArt Portugal

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Eu e os meus livros. Sejam bem vindos a esta minha casa.

Quando a neve cai

Capa-Quando-a-Neve-Cai.jpg

de John Green, Lauren Myracle, Maureen Johnson
Editor: TopSeller
ISBN: 9789898626912

Sinopse
Numa cidade isolada por uma das maiores tempestades de neve dos últimos cinquenta anos, três histórias, oito raparigas e rapazes e mais uns quantos caminhos vão cruzar-se num romance brilhante, mágico e divertido, a que não faltarão fragmentos de amor, laços de amizade, uma maratona de filmes do James Bond e beijos muito apaixonados.
Um livro perfeito para quem gosta de histórias de amor e aventura.
 
A minha opinião
Desengane-se quem pensar que este é mais um livro de John Green. Este livro foi escrito a três mãos. São dois autores quase desconhecidos do público português e que, muito provavelmente, assim continuariam se não fosse esta parceria com John Green. Mas não se pense que só tem valor por isso. Vamos ver cada um dos contos por si.
 
O Expresso Jubilee - Maureen Johnson
Jubilee é uma adolescente com uns pais... estranhos, vá. Uns pais que, além de lhe colocarem um nome de... stripper, são coleccionadores invertebrados de peças da Vila Flobie. Para compensar a estranheza dos pais, Jubilee tem um namorado perfeito. Noah. Naquela véspera de Natal, Jubilee estava a preparar-se para jantar em casa de Noah, para celebrarem o Natal e o primeiro aniversário do seu namoro perfeito quando Sam, um advogado da família lhe bate à porta com uma alteração forçada aos planos.
No meio de uma das maiores tempestades de neve dos últimos 50 anos, Jubilee tem de ir de comboio para casa dos avós, na Florida. Só que a tempestade estraga a viagem de comboio e Jubilee acaba por repensar toda a sua vida.
Não conhecia esta autora mas gostei, honestamente do que li. Entre algumas pitadas de humor e de uma forma muito simples, MJ deixa-nos a pensar que, às vezes, é preciso alguém de fora para ver o que está mesmo à nossa frente. É uma autora a descobrir, sem dúvida.
 
Um milagre de Natal fantabulástico - John Green
Tobin (de quem falei aqui), JP e Duke estão a passar uma noite de Natal na casa de Tobin. Uma noite de Natal diferente porque os pais de Tobin estão retidos noutra cidade devido à grande tempestade de neve e os três estão numa maratona de filmes de James Bond.
Quando, mais uma vez, o telefone toca, nenhum dos três poderia imaginar que, por causa dumas chefes de claque e duns pasteis de batata, iriam ter uma noite nada normal. A aventura em que os três embarcam, cada um com as suas motivações, acaba por ter tudo para acabar mal. E, na verdade, corre de tal modo que Tobin, na linguagem sofisticada pela qual é conhecido, diz, várias vezes - Porra, porra, porra, porra, porra! Estúpido, estúpido, estúpido, porra!
JG, mais uma vez, consegue mostrar o melhor lado dos adolescentes e consegue por um sorriso nos lábios. Um verdadeiro conto de Natal ao nível de "sozinho em casa".
 
O santo patrono dos porcos - Lauren Myracle
Addie é uma adolescente para quem todos os problemas passam por ela. Até esta véspera de Natal, tudo rodava à volta de Addie e ela nem se apercebia. Nesta noite, enquanto lamenta ter acabado o namoro com Jed, as amigas de Addie começam a mostrar-lhe o quanto ela é egocêntrica. Ao longo desta longa noite de Natal, são várias as pessoas que mostram a Addie (também porque ela, finalmente, está disposta a ver para lá dos seus problemas) que é necessário mudar a sua atitude. A procura por Gabriel - o mini porco - é, ao mesmo tempo, a demanda de Addie pela sua própria personalidade. 
Mais uma autora desconhecida em Portugal mas que, definitivamente, é uma autora a seguir.
 
O livro
Depois de ter lido a Trilogia O Século, de que vos falei aqui, aqui e aqui, e da Rapariga que roubava livros, estava a precisar duma leitura mais doce, mais leve, com uma pitada de humor. Quando a neve cai consegue juntar estas características num livro fluido que se lê com muita facilidade. São histórias de amor e de encontros fortuitos. De coincidências e de aprendizagem. Juntem-se vários adolescentes, naquela fase da vida em que as emoções estão ao rubro, uma cidade, a véspera de Natal e a tempestade de neve mais forte de sempre e temos um livro que pode, e deve, ser lido por todos.
Apesar de ser o autor mais conhecido em Portugal, John Green não sobressai nestes três contos. Diria até que o último conto - o Santo Patrono dos Porcos - é o melhor dos três. 
O livro termina da melhor forma - com todas as personagens dos três contos no mesmo Starbuck, mostrando como a vida acaba por se entrelaçar sempre.
Recomendo!

Curiosidade

É sempre engraçado quando acabamos um livro e, no dia a seguir, quando já estamos a ler outro, vemos uma referência ao livro que terminamos na véspera.

 

Se eu tivesse de escolher, diria que a Duke era a minha melhor amiga. (…) Que livro eu escolheria? O mais grosso que alguma vez li, intitulado A Rapariga que Roubava Livros, que ela me tinha recomendado.

In Quando a Neve Cai de John Green, Lauren Myracle e Maureen Johnson 

 

Caro Tobin, esse não é, nem de longe nem de perto, o mais grosso livro que alguma vez li. Mas é o livro que terminei ontem. Estou a meio do livro onde tu és uma das personagens (que é mais grosso que A Rapariga que roubava livros) e estou a gostar imenso. De ti e da Duke. Amanhã ou depois falarei sobre vocês, combinado?

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D