Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Stone Art

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Sejam bem vindos a esta minha casa.

As minhas estantes & Os meus livros II

estante.jpg

Já vos mostrei As minhas estantes & Os meus livros em meados de Novembro do ano passado, e, como vos disse na altura, há uma estante (esta) que tem, nas duas prateleiras de baixo, os livros que estão à espera que eu os leia.

Três meses medeiam a primeira foto, que está nesse post e esta, acabadinha de tirar que tem mais livros do que a anterior. Poder-se-ia pensar que, aqui em casa, acontece o milagre da multiplicação dos livros mas, a verdade, é que a culpa é das promoções imperdíveis que tenho apanhado na FNAC e na Wook. 

E eu, que normalmente, não tenho poucos livros em espera, tenho, neste momento, quase 50 em espera... E eu, que normalmente, leio só um de cada vez, tenho 4 começados, como se pode ver aqui na lateral.

Deixem-me agora falar destes livros na lateral e que acabam por fazer parte da minha estante. Tirando o da Juliet Marillier e o de Robert Galbraith (pseudónimo de J.K.Rowling), os outros dois estão ali apenas porque ainda não desisti de perceber porque é que tanta gente fala bem deles. Estão à espera que eu acabe todos os outros e que volte a eles, com vontade de os acabar.

O Espelho Negro está agora em stand by, à espera que acabe o Bicho da Seda. E parece-me que não vai ter de esperar muito, comecei na quinta e já estou a mais de meio... é fantástico, tal como foi o Quando o Cuco Chama.

As minhas estantes & Os meus livros

est_completa.jpg

DSC00561.JPG

 

Acho que é notório que sou uma booklover. Não faço mistério sobre isso, livros são a minha paixão. Gosto de os ler, às vezes mais que uma vez. Não gosto de me desfazer deles. Gosto de olhar para estas estantes, as que aqui vos mostro pela primeira vez, e de ver os livros. Sinto-me mais próxima deles.

 

A primeira estante, a maior, é onde estão a maior parte dos livros que tenho. Na segunda, nas duas prateleiras de baixo, estão os livros que ainda não li. Mas aqui não estão todos os meus livros. Há mais, espalhados em prateleiras mais pequenas e outros nos quartos dos meus filhos. 

 

Haverá quem diga que são muitos. Eu digo que não chegam. Nunca terei os livros todos que quero. Nunca terei tempo para ler todos os livros que gostava. Nunca terei dinheiro que chegue (a menos que ganhe o Euromilhões ou coisa que o valha) para comprar todos os livros que preciso. Porque é duma necessidade que se trata - a de ler. Mas ler com prazer, com calma, sem pressas. Ler pelo gosto de ler. Não para ler mais que no mês anterior ou mais que aquele ou outro. Ler não é uma maratona, é um modo de vida.

É o meu modo de vida.!