Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

StoneArt Portugal

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Eu e os meus livros. Sejam bem vindos a esta minha casa.

StoneArt Portugal

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Eu e os meus livros. Sejam bem vindos a esta minha casa.

Top Ten Filmes

Top10.png

A propósito do desafio da M*, aqui está o meu top ten dos filmes, sem ordem de preferência especial:

Mary Poppins (1964)

Mr Banks é o austero pai de duas crianças - Jane e Michael. Por causa das traquinices dos filhos, as amas acabam, rapidamente, por desistir do trabalho. Mary Poppins é uma ama mágica, que, com Bert - o seu amigo limpa chaminés - mostram às crianças e ao próprio Mr Banks com a alegria é fundamental.

Quando eu nasci, este filme já tinha cinco anos. É, sem dúvida, um filme intemporal, como já falei aqui. Ao fim de 50 anos (estreou em Agosto de 1964) continua a encantar.

Notting Hill (1999)

Will é ilustre desconhecido, dono duma livraria em Notting Hill, onde Anna - uma actriz mundialmente famosa - se esconde dos paparazzi. O amor que nasce entre os dois tem de passar por uma série de provas, algumas hilariantes.

Para além de ser uma comédia romântica, tem uma banda sonora lindíssima. É, sem dúvida, um dos melhores filmes de sempre.

Um dia a casa vem a baixo (1986)

Walter e Anna precisam, urgentemente, duma casa para viver. Um dos amigos de Walter mostra-lhes uma casa fabulosa que está à venda por um preço baixíssimo. Walter e Anna compram a casa, julgando que estão a comprar a sua casa de sonho mas... 

Uma comédia hilariante, de ir, verdadeiramente, às lágrimas. Não me canso de ver nem me canso de rir com este filme.

Philadelphia (1993)

Andrew Beckett é um advogado homossexual que descobre que tem sida. Vai tentando esconder o facto dos seus colegas até ao momento em que isso é impossível, acabando por ser despedido. Andrew acaba por contratar um advogado homofóbico para o defender numa acção judicial contra a antiga firma, por considerar que o despedimento só aconteceu por ter sida.

Há pouco a dizer sobre este filme, excepto que foi um grande abre-olhos para a maior parte das pessoas que continuava a ver os homossexuais e os doentes com sida como "diferentes". Chorei quando o vi a primeira vez, chorei das vezes que o revi e lembrei-me imenso dele (o filme) em várias ocasiões da minha vida pessoal, a propósito dum amigo que passou pela mesma situação (e que, felizmente, ainda por cá anda - espero que por muitos anos).

A Gaiola Dourada (2013)

Maria e José são dois emigrantes portugueses que vivem em França. Maria é porteira e José trabalha na construção. Quando José recebe uma herança de família, a vida de ambos e dos filhos altera-se completamente.

Estão lá todos - todos os tiques dos emigrantes - sem qualquer desrespeito por eles. É um retrato fiel da emigração - quer dos que vão lá para fora, quer dos que os recebem. A ver e rever.

O Senhor dos Anéis (2001, 2002 e 2003)

Frodo tem a incumbência de destruir o anel que Sauron precisa para poder governar toda a terra Média. Para isso junta-se aos humanos, hobbits, elfos e anões.

Peter Jackson - o realizador - conseguiu a proeza desejada por tantos - não estragar um livro com um filme. Nesta trilogia de filmes, os livros são respeitados. Por isso tem todo o mérito neste top ten, tal como os livros estão no Top Ten dos livros.

Cloud Atlas (2012)

Seis histórias passadas em seis épocas diferentes e que, de uma forma ou de outra estão entrelaçadas - pelo cometa, pelo sinal de nascença ou pelos nomes.

Um filme que precisa de toda a atenção, donde não podemos desviar os olhos nem por um segundo porque nos podemos perder na história. Um livro que o autor achava que nunca poderia ter sido um filme mas que acabou por o ser, sem qualquer desprestígio para o livro.

Grease (1978)

Danny e Sandy não podiam ser mais diferentes. Mas o amor entre eles, que nasceu numas férias de verão, acaba por conseguir vencer as diferenças.

Por culpa da minha irmã mais nova devo ter visto este filme um milhão e meio de vezes. Para mais... acabou por se tornar num dos meus filmes favoritos.

A outra face (1997)

Sean Archer e Castor Troy são inimigos em lados opostos - Sean é agente do FBI e Castor é um maníaco terrorista.

Ambas as personagens são interpretadas, de forma magistral, por John Travolta e Nicolas Cage. Neste filme, mais que a história, encanta-me a interpretação destes dois actores. A forma como vestem os dois papeis e a forma como conseguem mostrar que papel que interpretam em cada momento torna este filme um dos meus favoritos.

Harry Potter (2001, 2002, 2004, 2005, 2007, 2009, 2010 e 2011)

Estes filmes dispensam apresentações e razões para se gostar. Acrescento apenas que também estes filmes estão à altura dos livros, o que, só por si, é uma mais valia.

Música no coração (1965)

A história verídica da familia Von Trapp.

Nenhum top ten de filmes nem nenhum Natal está completo sem este filme. É mais um filme intemporal.

Os Miseráveis (2012)

Jean Valjean é um ex presidiário que foi preso por ter roubado um pão para alimentar a irmã. Javert é um inspector da policia que vai perseguir por toda a vida, Valjean.

Vi a opereta em Londres e quando o filme saiu tive medo que estragassem as minhas memórias do espectáculo ao vivo. Felizmente não deixei que o medo vencesse e fui ver o filme. Fabulástico. A história é lindíssima, as interpretações - musicais e não só - excelentes. Um dos melhores filmes de sempre, sem dúvida.

À procura de Nemo, Idade do Gelo (todos), Monstros & Companhia e Hotel Transilvânia - os melhores filmes de animação de sempre e que merecem um lugar empatado neste top ten.

***

e vocês, quais são os filmes que estão no vosso top ten?

28 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D