Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

StoneArt Portugal

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Eu e os meus livros. Sejam bem vindos a esta minha casa.

StoneArt Portugal

Coisas soltas da vida que povoam o meu quotidiano. Sem amarguras nem fatalismos, com aceitação, simplicidade, ironia e alegria. Eu e os meus livros. Sejam bem vindos a esta minha casa.

Vamos todos ajudar?

Estive em Elvas no final do mês de Agosto, para umas miniférias em casa da minha sogra (onde, confesso, creio ter engordado mais uns cinco quilos dada a qualidade da comida).

Na véspera de nos virmos embora encontramos esta cadelinha.

14182451_1236649896355045_701308894_n.jpg

Abandonada, magra, assustada, cheia de fome. Alimentamo-la, demos-lhe água e tentamos encontrar quem a acolhesse partilhando as fotos no facebook. Não a trouxemos. Com duas cadelas granditas em casa, a coisa podia não correr bem para nenhuma das três.

Uma amiga do meu marido, que também vive em Elvas, enviou as fotos para o Movimento Animal, um grupo de amigos, apaixonados por animais e que os tenta ajudar sempre que pode mas, desta vez, já não tinham espaço e nada puderam fazer.

Infelizmente a cadelita acabou atropelada. Atropelada e deixada em frente ao canil de abate da cidade.

Como em Elvas as clínicas veterinárias não fazem urgências, acabou por ser necessário levar a patuda a Badajoz para ser tratada.

Agora a cadelinha já tem nome - Pilar - e já está com o Movimento Animal, sendo preciso pagar os custos do veterinário que a tratou.

Mas, além da ajuda para pagar os custos da assistência à Pilar, a Movimento Animal também precisa de ajuda para alimentar os animais ao seu cuidado. Ainda para mais porque ainda não são uma associação mas sim algumas pessoas com muito amor pelos animais e muito boa vontade.

Como é, minha gente? Vamos todos ajudar a Movimento Animal a tratar da Pilar e dos outros animais? Nem que seja com um euro, todas as ajudas são bem-vindas. Se não quiserem dar dinheiro, creio que também aceitam outras ajudas (alimentação, etc) mas é questão de falarem com eles. Falem também com eles para pedir o NIB/IBAN para as ajudas.

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D