Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Racismo? ou estupidez no seu melhor?

e vergonha alheia da minha parte...

por Magda L Pais, em 21.08.20

Eu sei que não venho aqui tantas vezes quantas as que gostaria mas hoje e por causa deste tema, senti que precisava de desabafar.

Ontem vi um vídeo maravilhoso. Um vídeo que pretende homenagear a romaria da Senhora da Agonia num ano anormal em todos os aspectos e que, no fundo, até serve para homenagear todas as romarias, feiras e encontros que, neste ano atípico, foram suspensos em prol dum bem maior - a saúde e segurança de todos nós.

Neste vídeo, vários bailarinos, vestidos a rigor - como se fossem efectivamente participar na romaria - que dançam ao som duma música que eu (pessoalmente) desconhecia e que é simplesmente maravilhosa.

Conhecem o vídeo? Não? oh diabo, então sigam por aqui e depois voltem cá.

Já viram? e então, qual é a vossa opinião? maravilhoso não é? uma bonita homenagem não é? Pois... mas o certo é que muitos idiotas (e estou a ser muito simpática) viram, neste vídeo, algo que não está lá... sabem o que foi? racismo! portanto este vídeo foi denunciado várias vezes ao facebook por racismo.

Ora expliquem-me lá como se eu fosse muito burra e limitada do cérebro (assim como aqueles que fizeram a denuncia) onde é que há racismo? é que, honestamente, por mais que tente, não chego lá...

 

May we meet again

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Conhecem o meu blog sobre livros?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cenas para ninguém desanimar - Cultura

por Magda L Pais, em 27.03.20

Hoje é dia de música, do humor e do teatro:

Esta sexta-feira, Salvador Sobral e Carminho vão dar concertos online - Ambos vão transmitir miniconcertos a partir de casa. O de Carminho será às 19h00, no âmbito de um festival organizado no Brasil. O de Salvador será às 18h30, em festival organizado em Espanha.

Festival Wash Your Hands Say Yeah - Com 11 artistas e em transmissão "online", o festival Wash Your Hands Say Yeah estreia no domingo e convida espectadores a ouvir música, ficar em casa e lavar as mãos para ajudar a travar a pandemia. A transmissão acontece através da página de Facebook oficial do Wash Your Hands Say Yeah, a partir das 16:00 do dia 29 de março, e vai dar “música e não só” aos espectadores.

Bode Inspiratório: o folhetim criado por 40 escritores em quarentena. Em pleno estado de emergência, acciona-se a literatura de emergência. Bode Inspiratório — projecto idealizado e coordenado pela escritora Ana Margarida de Carvalho — é um folhetim à moda antiga, em que um escritor começa a história e os seguintes têm de a continuar com base nos capítulos anteriores. Cada um tem 24 horas para escrever o seu capítulo e dar o seu contributo literário. Todos os dias, é publicado um novo capítulo do folhetim no Facebook do projecto.

 A Música continua - É tempo de ficar em casa. O Grande Auditório da Fundação Gulbenkian mantém-se fechado, mas queremos continuar a levar a música até si. Através desta página poderá ver ou rever, a partir de sua casa, um variado conjunto de conteúdos que escolhemos especialmente para o nosso público: concertos, documentários, vídeos educativos sobre os instrumentos da Orquestra Gulbenkian e os bastidores do Grande Auditório, e playlists no Spotify.

Aprender a tocar guitarra - Brian May está a dar aulas online. O músico veterano dos Queen está a aproveitar o isolamento social para dar lições preciosas de guitarra e não só. O músico também está a aproveitar o tempo livre para dar aulas de guitarra e partilhar o vasto conhecimento que tem sobre o instrumento que domina há décadas. 

Os Melhores Filmes sobre Viagens (para viajar sem sair de casa) - Os filmes, sobre viagens ou não, e de todos os géneros, possibilitam conhecer o mundo sem sair de casa. O que distingue os melhores filmes sobre viagens é que contam uma história sobre uma jornada. Quer no espaço, quer no tempo. Quer física, quer espiritual. E uma história bem contada desperta, em muitos, o “bichinho das viagens”.

Festival Rir em Casa -  termina no domingo, dia 29. As atuações serão transmitidas em direto no Instagram de cada um dos humoristas. Já o cartaz e os horários podem ser consultados no Instagram oficial do evento. Marco Horácio, Rui Zink, Nilton, Maurício Meirelles, João Seabra, Hugo Sousa, Miguel 7 Estacas, Joana Gama ou Rita Camarneiro são alguns dos nomes que, a partir de hoje, se uniram para levar até à casa dos portuguesas algumas gargalhas extra.

O Dia Mundial do Teatro é assinalado esta sexta-feira, 27 de março. Numa altura em que os espetáculos ao vivo foram proibidos e os portugueses têm de ficar em casa para prevenir o alastramento do novo coronavírus, as companhias têm criado cada vez mais soluções originais para que a população possa ter acesso à cultura sem precisar de sair. A iniciativa do Teatro Nacional 21 leva até às plataformas das redes sociais da companhia várias leituras de dramaturgia portuguesa em live streaming, com interpretações de artistas como Bruno Nogueira, Rita Blanco, Custódia Gallego e Albano Jerónimo. 

Pode passar duas horas da sua quarentena a ouvir (e ver) os Radiohead ao vivo. A banda britânica disponibilizou em streaming o concerto que deu em 2017 no festival holandês Best Kept Secret. O espetáculo de duas horas inclui 24 temas e fez parte da digressão para promover “A Moon Shaped Pool”, o último álbum lançado pelo grupo liderado por Thom Yorke, em maio de 2016, e que também foi apresentado em Portugal na edição de 2016 do NOS Alive.

Festival Varandas em Casa - No próximo domingo, 29 de março, o Festival Varandas está de volta para encher todo o País de performances artísticas sem sair de casa. Desta vez, o evento cultural quer que as varandas, pátios e janelas de Lisboa, Porto, Évora e Braga recebam uma programação diversificada, em que os portugueses serão os protagonistas. “Podes organizar um coro, podes dar um concerto com várias participações. Podes também atuar sozinho ou em família”, explica a organização do Festival Varandas em Casa, cujo objetivo é colocar os vizinhos em convivência durante a quarentena. As atuações começam a partir das 17h30 e não devem exceder os 45 minutos.

Metallica oferecem um concerto por semana - E será sempre à segunda-feira. A banda norte-americana vai disponibilizar uma série de concertos para ajudar os fãs a ultrapassar os tempos delicados que estamos a viver. Todas as segundas-feiras, os Metallica vão disponibilizar um concerto via streaming. O primeiro remonta ao ano passado e foi gravado em Slane Castle, Irlanda

#SãoCarlosEmSuaCasa - O Teatro Nacional de São Carlos, em Lisboa encerrou as suas instalações até, pelo menos, 6 de abril. Assim, a casa de teatro lisboeta — que já conta com quase 227 anos de espetáculos — criou a iniciativa #SãoCarlosEmSuaCasa, que teve início na passada segunda-feira, 23 de março. O programa conta com podcasts, arquivos com a história do teatro e ainda interpretações de obras musicais pela Orquestra e Coro do teatro.

#Homestagefestival é um evento online que reúne 60 artistas de 11 nacionalidades e seis países para uma série de concertos que vão ser transmitidos em direto pelo Facebook. As atuações terão cerca de 30 minutos e podem ser acompanhada através da página de cada músico naquela rede social.

Lista atualizada diariamente que o site da norte-americana Billboard está a fazer: lá vai poder encontrar informação em cima da hora de todas as atuações via streaming que artistas como Miley Cyrus, John Legend ou Coldplay vão fazendo.  

A plataforma online Stageit tem servido de portal para concertos online de artistas menos conhecidos.

Os fãs de música clássica também podem ficar contentes porque a Budapest Festival Orchestra instaurou um programa chamado “Quarantine soirées“que consiste numa série de concertos diários, sem público, que são emitidos via internet a partir da sala de ensaios deste grupo musical.

O pianista alemão Igor Levit também tomou a iniciativa de todos os dias transmitir um recital de piano através das suas redes sociais. Acompanhe a sua conta no twitter para se ir mantendo a par da programação.

Directos de Bruno Nogueira no Instagram - Bruno Nogueira não promete que isto aconteça todos os dias, mas vale mesmo a pena estar atento à sua página no Instagram. Os diálogos andam muito à volta dos tempos de isolamento que vivemos é possível que se prolonguem até de madrugada.

mOstra - A plataforma mOstra nasceu em 2014 para aproximar o público da arte contemporâneo e, mesmo tem tempos de isolamento social, não desiste. A exposição colectiva passou para o online e em grande força. No site oficial é possível explorar todas as salas em modo 3D e ver obras de dezenas de artistas portugueses.

 Porta dos Fundos - Sobre o Coronavírus

Provas em Casa - Criado pela Aveleda, produtora de vinhos, e disponível na página de Instagram da marca, promete descomplicar o mundo do vinho através de workshops gratuitos em formato de live stream. Por enquanto, as sessões estão marcadas para todas as segundas, quartas e sextas-feiras, pelas 19 horas. 

Rock in Rio Innovation Week Live Talks - Todas as quartas-feiras, pelas 19h00, a página de Instagram do projeto vai transmitir, em live streaming, diversas talks com vários temas e convidados. 

Filipe La Féria decidiu passar a transmitir diariamente na página de Facebook do Teatro Politeama alguns dos seus mais famosos musicais. A iniciativa arrancou no 21 de março, com a transmissão de “My Fair Lady – Minha Linda Senhora”, protagonizado por Anabela e Carlos Quintas. O espetáculo pode ser visto a partir das 21h30. Será transmitido um espetáculo diferente por semana.

Filmin - É uma plataforma de cinema independente que chegou a Portugal em 2016 (e tem várias novidades no catálogo).

 

 

 

(nos próximos dias e sobre o titulo e tag Cenas para ninguém desanimar irei partilhar algumas dicas para se entreterem em casa. Podem consultar aqui as sugestões de livros)

May we meet again

Let’s make blogs great again!

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Conhecem o meu blog sobre livros?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mais um dia em que nos temos de manter em casa, por nós, pelos nossos familiares e amigos e pelos familiares e amigos de todos. Então e se aproveitarmos o tempo para aprender qualquer coisita de novo?

Aqui ficam algumas dicas:

15 tutoriais para aprender algo novo - Da resposta às dúvidas mais caricatas aos projectos mais consistentes, o YouTube é uma inesgotável sala de aulas para desfrutar em casa. Aproveite as ideias para aprender algo novo.

Faça um curso de línguas - Se quer aprender uma nova língua ou continuar os estudos, há várias opções de escolas com cursos online. A plataforma Duolingo é das mais populares e pode-se escolher entre aulas de inglês, alemão ou até italiano.
8 plataformas de cursos online gratuitos - Gostava de tirar um curso em universidades conceituadas, como Harvard ou Yale, sem sair de casa? Saiba como.

Quer aprender latim? Frederico Lourenço está a dar aulas a partir do Facebook - O classicista criou uma página de Facebook para ensinar latim a quem queira aprender. As lições seguem o método usado na "Nova Gramática de Latim". Primeira lição já está online.

 

 

(nos próximos dias e sobre o titulo e tag Cenas para ninguém desanimar irei partilhar algumas dicas para se entreterem em casa. Podem consultar aqui as sugestões de livros)

May we meet again

Let’s make blogs great again!

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Conhecem o meu blog sobre livros?

Autoria e outros dados (tags, etc)

thumbs.web.sapo.io.png

Neste momento que vivemos, precisamos de manter a calma e a prudência, de lavar e desinfectar as mãos, evitar contactos sociais, reduzindo as saídas de casa ao imprescindível e não ir a correr para os hospitais por uma unha encravada, ao primeiro sinal de febre (superior a 37,5) ou tosse. São tempos difíceis mas só unidos e tendo em atenção as recomendações oficiais, podemos sair disto.

Acima de tudo, temos de nos manter em casa o máximo de tempo possível, por isso que tal aproveitar para visitar algumas atracções turísticas sem sair do sofá?

Aqui ficam algumas sugestões

 Taj Mahal
 Grande Barreira de Coral
Coliseu de Roma
Ópera de Sydney
Torre Eiffel
Pirâmides de Gizé
Machu Picchu
Capitólio dos Estados Unidos
Vaticano
Capela Sistina
Stonehenge
Petra
A Casa Branca
A Grande Muralha da China
Cristo Redentor

 Memorial do 11 de setembro
Palm Jumeirah

 

(nos próximos dias e sobre o titulo e tag Cenas para ninguém desanimar irei partilhar algumas dicas para se entreterem em casa. Já podem consultar aqui as sugestões de livros)

May we meet again

Let’s make blogs great again!

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Conhecem o meu blog sobre livros?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pregão alado

por Magda L Pais, em 02.03.20

Pregão alado

 
01
Mar20

vintage-bird-wearing-crown.jpg

Suas Altezas Aladas,

A Passarada

 

Fazem saber a toda a comunidade de blogueiros, bloguistas, e gente que escreve blogs, entradas, postais ou posts que, face à pandemia generalizado de medo, fobias e ansiedades e outras perturbações ansiosas, decorrentes do novel coronavírus, corona, covid-19, ou aquela coisa que veio da china, vem por este meio convidar todos quantos queiram, todos quanto arrisquem e que lavem as mãos, para participarem no excelentíssimo, magnífico e excepcional Desafio de Escrita Criativa dos Pássaros.

Assim, para aqueles que aceitem este desafio único, singular e exclusivo, claramente previsto por Nostredamus nas suas profecias sobre o fim do mundo, as regras são:

- Enviem um email para o desafiodospassaros@gmail.com a expressar, consentir e anuir a vossa participação nesta perigosa monta.

- Para os que enviarem o email, até quarta-feira dia 4 de Março, voará missiva com o tema desta semana.

- O texto deve ter, no máximo, 400 palavras.

- Deve ser publicado no próprio reino (como quem diz, blog), sexta-feira dia 6 de Março, pelas 15h.

- Deverá identificar o desafio de escrita criativa dos pássaros no título e nas áchetágues #desafios dos pássaros

 

E que os Pássaros estejam convosco!

 

May we meet again

Conhecem o desafio de escrita dos Pássaros?

Conhecem o meu blog sobre livros?

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Desafio dos Pássaros #2.2

É que isso de médicos, nunca fiando

por Magda L Pais, em 07.02.20

Nem a propósito do tema desta semana, ontem a página Pérolas de Urgência partilhou esta foto com este comentário:

Vejam-me só esta coisinha fofa, estas bochechinhas fofinhas que só dão vontade de apertar, estes olhinhos lindos, aquele narizinho... Não vos apetecia levar para casa esta fofura?

P.S. O bebé também é engraçado.

84609806_2950201298323587_3508226074460815360_o.jpg

Caiu o Carmo, a Trindade e o Santo António, principalmente porque o visado, figura pública bem conhecida por outros motivos (nem todos bons) se sentiu ofendido. Não vindo isso ao caso (acho, pessoalmente, um disparate alguém se sentir ofendido por uma brincadeira destas), fiquei mais chocada com uma mãe que dizia – alto e bom som (ou tão alto e bom som quanto possível quando se escreve) – que nunca confiaria no José Carlos Pereira como médico.

Oi??

Vamos lá a ver. O rapaz assumiu o problema, resolveu o problema e dedicou-se à medicina e a fazer o que também gosta. É de louvar. Quantos médicos (e noutras profissões também) são alcoólicos e drogados sem que ninguém dê por isso e continua-se a confiar neles? E nesta pobre alma que tem o azar de ter dois palminhos de cara e de ser actor (ainda que não seja nenhum Bradd Pitt nas duas vertentes), não nos fiamos?

Confesso que não me faria confusão alguma que ele fosse o pediatra dos meus filhos. Ao menos teria lavado as vistas que isto de ser casada e mãe não me torna cega. Mais confusão me faria que um pediatra andasse por ai a publicar fotos dos pacientes (como ele fez) mesmo que com autorização das mães.

É que isto, nos seguidores dos médicos, nunca fiando…

 

May we meet again

Texto de participação no desafio de escrita dos Pássaros

Conhecem o meu blog sobre livros?

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Desafio dos Pássaros #2.1

Acho que a coisa não vai correr bem

por Magda L Pais, em 31.01.20

Acho que já todos ouvimos as notícias sobre o coronavírus

(e não, não tem nada a ver com a cerveja Corona apesar de ter dado imenso jeito para os memes que circulam por essa internet fora)

E sobre as formas de contágio, de quarentena, de cuidados. Além, claro, das teorias da conspiração e dos malandros das farmacêuticas que querem é ganhar dinheiro.

Pelo meio e enquanto a esmagadora maioria dos políticos por esse mundo fora são da opinião que quarentena é quarentena e por isso há que manter o isolamento de quem teve ou pode ter tido contacto com potenciais doentes, cá, neste jardim à beira mar plantado, há quem defenda que sim, vamos lá buscar os portugueses, e deixemos que vão para as suas casas na paz do senhor e depois, se ficarem doentes, com certeza que eles ligam para a saúde 24.

Correndo o risco de ser fuzilada por todos vós e de me rogarem todas as pragas do Egipto e da Austrália, não concordo mesmo nada com esta decisão que tem tudo para não correr bem.

Ora vamos lá a ver. O período de encubação do coronavírus são 14 dias, durante os quais o paciente não tem sintomas mas pode contagiar outros. Para contas simples, vamos imaginar que são 10 portugueses que regressam doentes. Ora se cada um deles contagiar 10 outras pessoas e essas 10 contagiarem outras 10… estão a ver em quão pouco tempo o vírus se espalha sem controlo? E estamos a partir do pressuposto que, assim que ficarem doentes, ficam em isolamento e que só chegam 10 doentes. E se forem mais? E se contagiarem mais?

Um dos portugueses que decidiu ficar na China explicou que não está num cenário de guerra e por isso não vê necessidade de ser retirado. Concordo com ele e, muito provavelmente, seria a minha decisão se lá estivesse. E antes que venham com a lengalenga de que, se fosse a minha família a lá estar eu pensava de outra forma, estão a perder tempo que nestas coisas sou muito pragmática. Se a minha filha, em vez de estar em Leicester, estivesse em Wuhan, quanto muito tentaria chegar perto dela para a acompanhar caso ficasse doente. Não iria correr o risco de contaminar o resto da família (e, por conseguinte, ajudar a espalhar o vírus pelo mundo).

Enfim… só vos digo que, sem cuidados extremos, acho que a coisa não vai correr bem...

 

May we meet again

Texto de participação no desafio de escrita dos Pássaros

Conhecem o meu blog sobre livros?

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)

50 anos/50 perguntas #33

Se fosses uma rocha, qual serias e porquê?

por Magda L Pais, em 12.01.20

Pergunta da Sónia que escreve aqui

 

Uma ametista... apenas e só pela cor e porque acho que é uma das pedras mais bonitas

 

May we meet again

já se inscreveram no segundo desafio de escrita dos Pássaros?

Conhecem o meu blog sobre livros?

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

50 anos/50 perguntas #32

Gostas mais de mar ou montanha? Porquê?

por Magda L Pais, em 11.01.20

Pergunta da Sónia que escreve aqui

Sem Título.png

Seguramente o mar. Gosto do barulho das ondas, do cheiro a maresia, de estar sentada na praia a ler um livro com a agua a molhar-me os pés.

 

May we meet again

já se inscreveram no segundo desafio de escrita dos Pássaros?

Conhecem o meu blog sobre livros?

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

50 anos/50 perguntas #31

Qual foi o momento da tua vida que te marcou mais pela positiva?

por Magda L Pais, em 10.01.20

Pergunta da Sónia que escreve aqui

1574614123896-f3d913a3-4f83-4de8-bc26-0a63ac2e351f

Boa pergunta. Acho que talvez a mudança para a aldeia onde vivo agora. Melhoramos a qualidade de vida, mais espaço para nós, para os patudos, para os livros... uma melhoria considerável.

 

May we meet again

já se inscreveram no segundo desafio de escrita dos Pássaros?

Conhecem o meu blog sobre livros?

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

50 anos/50 perguntas #30

Se não fizesses 50 que idade gostarias de fazer?

por Magda L Pais, em 09.01.20

Pergunta da Caracol que escreve aqui

 

20180725_102202.jpg

Todas as idades tem a sua magia própria, os seus prós e contras. Acho que não há idade que não tenha gostado de fazer e não há idade que queira fazer agora.

 

 

May we meet again

já se inscreveram no segundo desafio de escrita dos Pássaros?

Conhecem o meu blog sobre livros?

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

50 anos/50 perguntas #29

Onde pára o teu guarda-chuva?

por Magda L Pais, em 08.01.20

Pergunta da Maria que escreve aqui

 

10380354_10152725614979636_1650254585446299380_n.j

Pergunta que teve por base Para onde vão os guarda-chuvas, um dos melhores livros de autores portugueses que já li. Já a questão base - onde pára o meu guarda chuva, é, na realidade, um mistério muito semelhante ao das meias que desaparecem da máquina de lavar roupa.

No inicio do ano passado compramos uns 10 guarda chuvas para ter aqui em casa. O inverno passado nem sequer foi muito chuvoso... mas quando o inverno deste ano começou, só cá tínhamos 4 guarda chuvas.

Não fazemos ideia onde terão ido parar os outros...

 

 

May we meet again

já se inscreveram no segundo desafio de escrita dos Pássaros?

Conhecem o meu blog sobre livros?

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)

50 anos/50 perguntas #28

Ananás na pizza: sim ou não?

por Magda L Pais, em 07.01.20

pergunta do David que escreve aqui

1574617180958-7ac7e9cc-7f1f-4353-b91f-fc4080723a31

Isto pode ser um choque mas sim, ananás fica bem na pizza. Assim como azeitonas, pimentos, milho, bacon...

 

 

May we meet again

já se inscreveram no segundo desafio de escrita dos Pássaros?

Conhecem o meu blog sobre livros?

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)

50 anos/50 perguntas #27

Qual é a tua primeira recordação?

por Magda L Pais, em 06.01.20

Pergunta da Sónia que escreve aqui

10380354_10152725614979636_1650254585446299380_n.j

Primeiro de Maio de 1974.

O 25 de Abril tinha sido há pouquíssimo tempo e os trabalhadores da CUF e da Fisipe, de forma espontânea e ordeira resolveram fazer uma manifestação no Barreiro. Um dos locais onde passaram foi no largo 3 Maio onde, a 3 de Maio de 1970, foram presos vários antifascistas no Barreiro e no Distrito de Setúbal, após a vitória da oposição nas eleições de 1969, tendo entrado cavalos e a PIDE num dos cafés emblemáticos da zona (o café da Pilar).

Os meus pais - em 1974 - foram ver a manifestação no terraço dum dos prédios desse mesmo largo e é a minha primeira recordação: nós no terraço e um mar de gente na rua.

 

May we meet again

já se inscreveram no segundo desafio de escrita dos Pássaros?

Conhecem o meu blog sobre livros?

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

50 anos/50 perguntas #26

Há sempre motivos para nunca desistires das coisas?

por Magda L Pais, em 05.01.20

Pergunta do David que escreve aqui

426363_10151201369194636_1006372337_n.jpg

Há só um motivo. Não sou uma desistente. Quando me comprometo com alguma coisa (nem que seja comigo própria) tenho de levar esse compromisso até ao fim.

 

May we meet again

Conheces o desafio de escrita dos Pássaros?

Conhecem o meu blog sobre livros?

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor








Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.