Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

50 anos/50 perguntas #33

Se fosses uma rocha, qual serias e porquê?

por Magda L Pais, em 12.01.20

Pergunta da Sónia que escreve aqui

 

Uma ametista... apenas e só pela cor e porque acho que é uma das pedras mais bonitas

 

May we meet again

já se inscreveram no segundo desafio de escrita dos Pássaros?

Conhecem o meu blog sobre livros?

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

50 anos/50 perguntas #32

Gostas mais de mar ou montanha? Porquê?

por Magda L Pais, em 11.01.20

Pergunta da Sónia que escreve aqui

Sem Título.png

Seguramente o mar. Gosto do barulho das ondas, do cheiro a maresia, de estar sentada na praia a ler um livro com a agua a molhar-me os pés.

 

May we meet again

já se inscreveram no segundo desafio de escrita dos Pássaros?

Conhecem o meu blog sobre livros?

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

50 anos/50 perguntas #31

Qual foi o momento da tua vida que te marcou mais pela positiva?

por Magda L Pais, em 10.01.20

Pergunta da Sónia que escreve aqui

1574614123896-f3d913a3-4f83-4de8-bc26-0a63ac2e351f

Boa pergunta. Acho que talvez a mudança para a aldeia onde vivo agora. Melhoramos a qualidade de vida, mais espaço para nós, para os patudos, para os livros... uma melhoria considerável.

 

May we meet again

já se inscreveram no segundo desafio de escrita dos Pássaros?

Conhecem o meu blog sobre livros?

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

50 anos/50 perguntas #30

Se não fizesses 50 que idade gostarias de fazer?

por Magda L Pais, em 09.01.20

Pergunta da Caracol que escreve aqui

 

20180725_102202.jpg

Todas as idades tem a sua magia própria, os seus prós e contras. Acho que não há idade que não tenha gostado de fazer e não há idade que queira fazer agora.

 

 

May we meet again

já se inscreveram no segundo desafio de escrita dos Pássaros?

Conhecem o meu blog sobre livros?

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

50 anos/50 perguntas #29

Onde pára o teu guarda-chuva?

por Magda L Pais, em 08.01.20

Pergunta da Maria que escreve aqui

 

10380354_10152725614979636_1650254585446299380_n.j

Pergunta que teve por base Para onde vão os guarda-chuvas, um dos melhores livros de autores portugueses que já li. Já a questão base - onde pára o meu guarda chuva, é, na realidade, um mistério muito semelhante ao das meias que desaparecem da máquina de lavar roupa.

No inicio do ano passado compramos uns 10 guarda chuvas para ter aqui em casa. O inverno passado nem sequer foi muito chuvoso... mas quando o inverno deste ano começou, só cá tínhamos 4 guarda chuvas.

Não fazemos ideia onde terão ido parar os outros...

 

 

May we meet again

já se inscreveram no segundo desafio de escrita dos Pássaros?

Conhecem o meu blog sobre livros?

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)

50 anos/50 perguntas #28

Ananás na pizza: sim ou não?

por Magda L Pais, em 07.01.20

pergunta do David que escreve aqui

1574617180958-7ac7e9cc-7f1f-4353-b91f-fc4080723a31

Isto pode ser um choque mas sim, ananás fica bem na pizza. Assim como azeitonas, pimentos, milho, bacon...

 

 

May we meet again

já se inscreveram no segundo desafio de escrita dos Pássaros?

Conhecem o meu blog sobre livros?

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)

50 anos/50 perguntas #27

Qual é a tua primeira recordação?

por Magda L Pais, em 06.01.20

Pergunta da Sónia que escreve aqui

10380354_10152725614979636_1650254585446299380_n.j

Primeiro de Maio de 1974.

O 25 de Abril tinha sido há pouquíssimo tempo e os trabalhadores da CUF e da Fisipe, de forma espontânea e ordeira resolveram fazer uma manifestação no Barreiro. Um dos locais onde passaram foi no largo 3 Maio onde, a 3 de Maio de 1970, foram presos vários antifascistas no Barreiro e no Distrito de Setúbal, após a vitória da oposição nas eleições de 1969, tendo entrado cavalos e a PIDE num dos cafés emblemáticos da zona (o café da Pilar).

Os meus pais - em 1974 - foram ver a manifestação no terraço dum dos prédios desse mesmo largo e é a minha primeira recordação: nós no terraço e um mar de gente na rua.

 

May we meet again

já se inscreveram no segundo desafio de escrita dos Pássaros?

Conhecem o meu blog sobre livros?

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

50 anos/50 perguntas #26

Há sempre motivos para nunca desistires das coisas?

por Magda L Pais, em 05.01.20

Pergunta do David que escreve aqui

426363_10151201369194636_1006372337_n.jpg

Há só um motivo. Não sou uma desistente. Quando me comprometo com alguma coisa (nem que seja comigo própria) tenho de levar esse compromisso até ao fim.

 

May we meet again

Conheces o desafio de escrita dos Pássaros?

Conhecem o meu blog sobre livros?

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)

50 anos/50 perguntas #25

És a pessoa que esperavas ser quando tinhas 20 anos?

por Magda L Pais, em 04.01.20

Pergunta da Alexandra que escreve aqui

1574614245356-a8be10f4-21d6-4fda-b90f-d050f0625080

Sou o resultado de tudo o que me aconteceu nos últimos 50 anos e, seguramente, muito melhor do que imaginava que seria quanto tinha 20 anos. Há uma razão para isso e chama-se ter ganho amor próprio que, aos vinte anos, escasseava um bocado por estes lados.

May we meet again

Conheces o desafio de escrita dos Pássaros?

Conhecem o meu blog sobre livros?

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Desafio dos Pássaros #16

Sobre a vida adulta: Ainda não entendi o que é para fazer

por Magda L Pais, em 03.01.20

já se inscreveram no segundo desafio?

 

Quando era gaiata sonhava em ser adulta apenas e só para poder ter tempo para ler e não ter de me preocupar em estudar.  Quer dizer, não que eu me preocupasse muito em estudar (que eu só queria mesmo era não chumbar) mas gostava da ideia de sair do trabalho e pronto, acabou ali, em casa só teria de ler.

Pois... a parte que não sabia é que, com a vida adulta vem os empréstimos para comprar casa ou carro e todas as despesas a pagar. Contas e contas em número superior ao do ordenado (mas não em valor superior ao ordenado que, para viver acima das possibilidades já basta ao nosso governo). Com a vida adulta vieram os filhos (na altura em que sempre disse que seria mãe) e com os filhos ainda mais despesa (continuando o seu valor a ser inferior ao do rendimento).

Vida adulta... ainda não entendi como posso ter mais tempo para ler (e tanto que precisava de mais tempo para ler). Ainda não entendi como posso ter menos contas a pagar todos os meses ou como posso ter maior rendimento.

Eu até diria mais... vida adulta, acho que ainda não cheguei a essa fase. Continuo a sentir-me uma adolescente parva (ou vá, menos parva que os outros) com demasiadas responsabilidades. Continuo a sentir-me uma adolescente que apenas quer dividir o seu dia em três partes: dormir, estar com a família e ler. Se bem que as duas últimas se podem juntar numa só...

May we meet again

Texto de participação no desafio de escrita dos Pássaros

Conhecem o meu blog sobre livros?

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)

50 anos/50 perguntas #24

O meu dia de aniversário

por Magda L Pais, em 03.01.20

tema sugerido pela Sarin que escreve aqui

1574617324303-f6d7f358-b6e2-4875-b8e9-d35e295c3b88

Este ano o meu dia de aniversario foi diferente. Aliás, como foi diferente o facto de ter tido 3 festas de aniversário...

No dia de aniversário chovia como se não houvesse amanhã. O previsto era ir almoçar com os pais e depois ir ao IKEA porque precisava lá de uma coisa. Mas a chover da maneira como estava não tive coragem de ir buscar o meu pai ao lar (e antes que me caiam em cima, sim, o meu pai está num lar de idosos mas não está abandonado. Todos os domingos vem almoçar a minha casa, aos sábados vai a casa das minhas irmãs, no Natal e no Ano Novo fomos buscá-lo para passar a véspera e o dia connosco e durante a semana sai duas ou três vezes para almoçar com a minha mãe) por isso fomos os três (eu, a minha mãe e o maridão) almoçar ao Ikea e fazer logo as compras.

No sábado a seguir parte do bando veio almoçar cá a casa e no domingo foi a festa com a família. Depois foi a festa com a seita do arroz a meio de Dezembro.

 

May we meet again

Conheces o desafio de escrita dos Pássaros?

Conhecem o meu blog sobre livros?

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)

50 anos/50 perguntas #23

De todos os livros que leste qual o melhor que te define como pessoa, seja pelas personagens ou pela

por Magda L Pais, em 02.01.20

Pergunta da Miss X que escreve aqui

33363945_10156481277474636_100207054509047808_n.jp

Boa pergunta... muito boa pergunta.

Talvez A Livraria dos Finais Felizes. Identifiquei-me com Sara e com a sua paixão pela leitura. Foi, até hoje, o único livro que reli de seguida (mal o acabei, recomecei de novo). E agora que falamos nisso, acho que vai ser o primeiro livro a (re)ler em 2020

May we meet again

Conheces o desafio de escrita dos Pássaros?

Conhecem o meu blog sobre livros?

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)

50 anos/50 perguntas #22

Como consegues manter a tua loucura saudável?

por Magda L Pais, em 01.01.20

pergunta da Sofia que escreve aqui

292016_10150329372564636_1883562584_n.jpg

Mas onde foste buscar a ideia que eu sou louca? sou só um bocadinho... eheheheh

Na realidade acho que já nasceu comigo, esta loucura. Nem sei como faço para a controlar, na realidade. Também não tento muito...

 

 

May we meet again

Conheces o desafio de escrita dos Pássaros?

Conhecem o meu blog sobre livros?

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)

2019 em revista

por Magda L Pais, em 31.12.19

2019-gettyimages-879240048.jpg

Hoje é o último dia de 2019 e nada como fazer uma pequena revisão do que se passou nos últimos 365 dias.

A saúde do meu pai tem-se deteriorado de dia para dia. Paralisia supranuclear progressiva, diagnosticada tarde demais (não que tivesse solução se tivesse sido diagnosticada antes mas, pelo menos, teríamos tido mais tempo para nos prepararmos para o declínio que tem sido quase diário).

A Maggie está, de pedra e cal, em Leicester. A casa parece mais vazia, a pequena faz-nos falta mas, em contrapartida, a alegria e o crescimento que temos visto, compensa tudo o resto.

Para além de termos estado em Leicester no inicio do ano, quando a fomos levar, voltamos lá no verão para uma visita de 4 dias. É muito engraçado e compensador chegar a casa dos nossos filhos, pela primeira vez, e percebermos que a casa é deles e não nossa mas que, ainda assim, estamos em casa.

A Seita do Arroz (a M.J. e a Maria)  e os Pássaros (MulaCaracol, Fatia, AlexandraSilent Man, Drama Queen, JustSmileBruxinha) continuam a fazer parte do meu dia a dia. Já nem me lembro como era antes. É engraçado como pessoas que não se vêem pessoalmente com frequência conseguem saber mais de mim do que algumas que vejo todos os dias e é extraordinário que, quando acontece alguma coisa - positiva ou negativa - é a eles que conto primeiro e é com eles que conto.

Os Pássaros são loucos. E decidiram partilhar a loucura com outros. Nasceu por isso o desafio de escrita dos pássaros. Nem nos nossos melhores sonhos pensamos que a aceitação - no sapo e noutras plataformas - fosse tão bom e, por isso, vamos a caminho do segundo desafio (já te inscreveste?). E a esse propósito, fui entrevistada pelo Pedro Neves. Se quiserem ouvir é só seguir por aqui.

Temos visto excelentes séries na televisão. Umas mais novas outras mais antigas. Estamos a rever, em família, Friends e vimos Gilmore Girls. Big Little Lies e The Manifest foram outras duas séries que vimos em 2019. Mas, sem dúvida, que a mais marcante foi Chernobyl (no final de 2018 li Vozes de Chernobyl). Chocante! definitivamente chocante a forma como tudo foi abafado e o risco que todos corremos...

Em termos de música, Believer dos Imagine Dragons foi a melhor a nível internacional. Em português O Erro Mais Bonito de Ana Bacalhau ft. Diogo Piçarra

Em 2019 comemorei meio século de existência e, como forma de comemorar, convidei os leitores a darem 50 perguntas às quais ainda estou a responder

Quanto a livros, vão espreitar o Stoneartbooks

Os posts mais visitados em 2019 neste blog foram:

  1. Crepe com açúcar e canela
  2. Os 15 excertos mais belos da história da literatura
  3. A lenda de Júpiter
  4. Compra de livros
  5. Glutões do Presto
  6. Tu és responsável pela tua rosa...
  7. Bons costumes
  8. Cinquentona
  9. Amigo Aprendiz
  10. Meio século

 E para 2020, continuamos juntos?

May we meet again

Conheces o desafio de escrita dos Pássaros?

Conhecem o meu blog sobre livros?

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)

50 anos/50 perguntas #21

Se tivesses que escolher um só dia da tua vida,

por Magda L Pais, em 30.12.19

... para deixar escrito como legado para as gerações vindouras, qual era o dia que descreverias?

Pergunta da Fatia que escreve aqui

267388_10151203627889636_973415457_n.jpg

Não sei. Honestamente não sei. Acho que não seria um dia, seriam vários. Seriam todos os dias em que me ri, em que sorri, que li, em que me sentei a ler no jardim enquanto ouvia os pássaros a cantar, em que estive com a família ou com amigos. Esses sim são os melhores legados que poderia deixar.

May we meet again

Conheces o desafio de escrita dos Pássaros?

Conhecem o meu blog sobre livros?

 Que esperam para me acompanhar no facebook e no instagram?

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor








Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.