Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Vinho Quente

por Magda L Pais, em 16.09.08
Foto de Elgars Retigs

Escorregas em mim quente,
Doce.
Adivinho-te pelo odor puro,
Frutado.
E apeteces-me…
Tua cor de sangue desperta-me o desejo
De te ter assim meu, nosso…
Ardente,
Quente!
Não te bebo,
Saboreio-te na lucidez da noite,
Brindo à lua que se despe devagar,
Pálida, invejosa.
Mas és só meu e escorregas em mim…
Quente,
Ardente…

Poema escrito por Vera Silva e vencedor do concurso literário do site luso-poemas.net dedicado ao vinho

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor








Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.