Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Clamor ao amor

por Magda L Pais, em 19.12.08
Foto de Lutz Honermann

Toca o vento,
Vivaldi à minha alma vibrante,
Canta a chuva,
os meus poemas de paixão,
Do meu espírito,
A torrente amorosa, o coração,
Mais alto,
que o voo de uma águia, distante!...

No meu sangue,
correm meus sonhos dispersos,
Pulsar agonizado,
do meu coração ardente!...
Num clamor de loucura,
soltam-se os versos...
Quando eu sonho,
o amor do Zeus divinamente...

Batida em fúria,
por muitos vendavais,
Mãos cheias de amores,
Rosas e beijos florais...
Quem foi que me deu,
este poder de tanto te amar?
Se depois não me deu,
braços para te alcançar?

(Luisa Raposo)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor








Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.