Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Eu & os Blogs & os Destaques

por Magda L Pais, em 14.01.15

Untitled.png

Depois de ler alguns comentários aqui e noutros lados, e para não responder directamente a A ou B ou C, quer porque desconfio que há mais do que as letras do alfabeto, quer porque é na minha casa, leia-se blog, que devo desabafar o que me vai na alma a este propósito, resolvi escrever este post que, já sei, vai ser polémico e que é capaz de trazer alguns engulhos.

Mas antes de lá irmos, deixem-me dizer-vos que este blog não é patrocinado, não recebe cunhas nem publica publireportagens. Por isso, tudo o que vai ser dito daqui em diante é a minha opinião sincera e resulta da minha experiencia pessoal.

Meus caros, vocês escrevem porque gostam, porque vos apetece ou escrevem para serem destacados? Escrevem porque querem partilhar ou porque querem ser conhecidos?

Sim, eu gosto de ser destacada no Sapo Blogs. Quem não gosta? É um miminho que, penso, só esta plataforma disponibiliza e que sabe muito bem. É um reconhecimento, mas não é o único.

Quando escrevo um post, escrevo-o porque quero, porque me apetece, porque um determinado tema chamou a minha atenção. Quando o estou a escrever não estou para aqui a calcular o número de comentários que vou ter nem se o texto vai ser destacado ou não.

Hoje já posso dizer que gosto de escrever (e só quem me desafiou a começar a escrever é que vai perceber este inicio da frase) e gosto de receber os vossos comentários – sejam eles positivos ou negativos – e gosto de vos responder. Mais que os destaques do Sapo, prefiro saber a vossa opinião. E quando gosto do que leio nos outros blogs, comento, coloco-os como favoritos para poder lá voltar e reler e destaco-os eu – no meu blog, no facebook ou até indicando aos batráquios que um determinado post é, para mim, especial – depois se eles o destacam ou não, é com eles, são eles que gerem a plataforma, que nos tratam com tanto desvelo e carinho, que mais do que isso não posso exigir.

Outra das críticas que li por ai aos destaques do sapo é por os temas destacados não serem interessantes. E eu pergunto – para quem? Os blogs de moda e maquilhagem não são a minha praia. Mas aceito que esses temas sejam de interesse. Eu gosto imenso de livros e de ler, mas aceito que haja quem entenda que esses temas não são interessantes. Os destaques do Sapo são variados – chocolates, comida, moda, livros, humor, actualidade, viagens, politica, … já lá vi quase tudo e ainda bem, são pluralistas e dão oportunidades a todos os temas o que torna ainda mais interessante consultar os destaques.

Já o disse aqui, Em 1999 haveria cerca de 50 blogues. Em 2009 existiam cerca de 112 milhões de blogues e em 2011 eram cerca de 152 milhões. São criados, diariamente, cerca de 120 mil novos blogues. Não sei quais são os números do Sapo Blogs – quantos blogues estão alojados nesta plataforma nem quantos posts são colocados por dia. Serão, com certeza, uns milhares. Aliás, basta fazer um pequeno teste – publiquem um post e vão, de imediato, consultar o separador Últimos Posts. Se se descuidam, o vosso já lá não está… Se se descuidam, nem na fantástica área de leituras conseguem apanhar os últimos posts dos blogs todos que seguem (principalmente se seguirem muitos). E esperam que a equipa que faz os destaques leia todos os posts colocados? E o Pai Natal também entrega presentes e os glutões do Presto lavam a roupa, certo? Eles já o disseram várias vezes e está explicado aqui como são feitos os destaques. E todos podemos contribuir indicando os posts ou blogs que achamos que devem ser destacados – e não precisamos do Follow Friday para o fazer.

(se bem que o Follow Friday também serve para destacarmos outros blogs que gostamos).

E quanto ao plágio que por ai anda? Meus caros, voltamos ao mesmo. Já quando eu pertencia à administração do Luso poemas tínhamos esse problema e, acreditem, eram muito menos utilizadores que no Sapo Blogs. Vou explicar de forma simples. Imaginem a plataforma Sapo Blogs como sendo a cidade de Lisboa (por exemplo) e a equipa que a gere é a policia – provavelmente o rácio será aproximado. Quando passeiam na cidade, a polícia está em todo o lado? Não está, pois não? A policia, tal como a equipa do Sapo Blogs, tem um acordo com Deus. A polícia patrulha as ruas e Deus é omnipresente. Em contrapartida Deus não patrulha as ruas e a polícia não está em todo o lado. Mas quando chamamos a polícia para acudir a um problema, a polícia aparece. Da mesma maneira que, quando detectam um caso de plágio devem avisar a equipa dos blogs do sapo.

Não é difícil perceber isto tudo, pois não?

Então usufruam deste bairro que é fantástico. Destaquem, no vosso blog ou no vosso facebook, os posts que gostarem, enviem para a equipa as vossas recomendações e quando encontrarem casos de plágio enviem esse aviso para a equipa. Escrevam, muito, mas para vocês, porque gostam e porque vos apetece. Interajam com os vossos leitores, respondam aos comentários, visitem os últimos posts, consultem posts pelas tags, visitem quem comenta os vossos amigos. E enviem sugestões. Todas aquelas que achem que podem tornar este bairro ainda melhor. Eles agradecem, tenho a certeza, e os outros bloggers também.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Miminho para a Bunny

por Magda L Pais, em 10.01.15

dado pelo Sapo Blogs a quem a Bunny manda uma lambidela de obrigado

 

Untitled.png

Podem ver o texto destacado aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Miminho de final de ano

por Magda L Pais, em 03.01.15

Destaque 14 posts.jpg

E no último dia do ano, o sapo deu-me mais um miminho. Se bem que, na verdade, este miminho é para os 14 posts que marcaram o meu ano de 2014. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Miminho

por Magda L Pais, em 29.12.14

Destaque Azeite.jpg

 

 

Obrigado queridos batráquios pelo destaque ao post sobre o azeite incluido na rubrica "aprender uma coisa nova por dia, nem sabe o bem que lhe fazia!"

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O melhor de 2014

por Magda L Pais, em 15.12.14

O melhor de 2014.png

2014 está a terminar e o sapoblogs quis fazê-lo em grande - assim como é a própria plataforma.

Escolheram as áreas em que queriam saber o que de melhor tinha acontecido em 2014 - filmes, leituras, albuns, séries televisivas, restaurantes, objectos e coisas que melhoraram a nossa vida - e escolheram, para cada um dos temas, cinco bloguistas para fazerem as suas escolhas. Eu tive o privilégio de escolher o meu livro favorito de 2014.

Consultem aqui, no especial fim de ano, as escolhas de cada um. Não se vão arrepender.

E quais são as vossas escolhas?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mais um destaque

por Magda L Pais, em 15.12.14

destaque.png

 

 

No passado dia 27/11 tive direito a mais um destaque no Sapo, na página principal, para o post Barcos & Nevoeiros. Obrigado sapinhos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O meu livro favorito de 2014

por Magda L Pais, em 08.12.14

unglue-livros-640x285.jpg

 

Falar do meu livro favorito de um ano qualquer é sempre uma tarefa inglória. Por norma gosto de todos os livros que leio e tenho muita dificuldade em dizer qual foi o melhor. Ou então acabo por dizer que o último livro que li é o melhor de todos os anteriores.

Está a terminar o ano de 2014 e este ano, de acordo com a minha página do Goodreads, li 41 livros. Não vou dizer que gostei de todos da mesma maneira, mas, de uma forma ou de outra, gostei de todos.

Mas, quando os nossos queridos sapinhos me convidaram a escolher o meu livro favorito de 2014 para o especial fim de ano do Sapo Blogs, não tive, ao contrário do que teria acontecido em anos anteriores, um único momento de hesitação e nem sequer considerei que seria inglório, ao contrário do que seria expectável.

E porquê?

Porque este ano tive a oportunidade de ler a trilogia O Século de Ken Follett - A Queda dos GigantesO Inverno do Mundo e No Limiar da Eternidade - que são, seguramente, os melhores livros que li nos últimos anos.

Ken Follett é o meu escritor favorito. Cada livro dele conquista-me da primeira à última página - entre o enredo, a construção das personagens, a maneira de escrever, os diálogos - tudo, nos livros deste escritor, é de excelência. Mas, como já disse anteriormente, nos posts que fiz sobre estes livros, nesta trilogia, supera-se a si próprio.

Esta trilogia pretende - e consegue - recriar a história do século XX que foi tão pródiga em acontecimentos marcantes (alguns pela negativa) para a humanidade - desde a primeira guerra mundial (no primeiro livro), à eleição de Obama (epílogo do último livro), passando pela crise dos mísseis de Cuba, o movimento Hippie, a queda do comunismo, entre outros tantos acontecimentos.

Nestes livros acompanhamos a vida de três gerações de cinco famílias de cinco nacionalidades diferentes - as personagens criadas por Ken Follett - que interagem com várias personagens reais, tanto em situações reais como em situações imaginárias, sempre com respeito pelo rigor histórico. O autor explica, na nota final do primeiro livro, como traça a linha divisória entre a história e a ficção:

A regra que aplico é a seguinte: Ou a cena aconteceu, ou poderia ter acontecido; ou as afirmações foram feitas, ou poderiam ter sido feitas. E se encontrar alguma razão que impeça que a cena tivesse ocorrido na vida real, ou que uma dada afirmação tivesse sido feita - se, por exemplo, uma personagem se encontrava no estrangeiro nesse momento - elimino-a.

E é esta regra simples, conjugada com a qualidade da escrita que já me habituei com Ken Follett e com o intenso trabalho de pesquisa e investigação que foi necessário para escrever estes livros, que tornam estas 2784 páginas nos meus livros favoritos de 2014, se não dos últimos anos.

Quando fechei o último livro foi necessário fazer o luto desta trilogia. A qualidade do que li não podia, não devia, ser manchada por outros livros. Tive de a digerir bem e de abrir a mente para os livros seguintes.

Mais tarde, daqui a uns dois ou três anos, quero voltar a ler estes livros. E isso, a releitura, está guardada para os melhores entre os melhores – que é onde esta trilogia se encontra.

 

(mais uma vez obrigado aos Sapinhos por terem escolhido o meu blog para o especial fim de ano)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Obrigado Sapinhos

por Magda L Pais, em 08.12.14

destaque.png

Por mais um destaque, desta vez ao post sobre os contactos ECE que podem encontrar aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Miminhos

por Magda L Pais, em 15.11.14

Ontem foi dia de mimos 

 

Começou pela M* que me destacou no Follow Friday

 

M2.png

 

Obrigado, querida M*. Adorei. Um beijinho grande, assim do tamanho do mundo.

Este texto da M* teve direito a destaque na homepage do Sapo:

 

Mde.png

 

E depois foi o meu post Eu & os outros que também teve direito a destaque no Sapo. Obrigado Sapinhos, são uns queridos. os Blogs que nomeei nesse post mereceram, sem dúvida, esse destaque.

eu e os outros1.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mais um agradecimento

por Magda L Pais, em 10.11.14

Mais um destaque.png

 Aos queridos batráquios do nosso Bairro pelo destaque às minhas estantes & os meus livros.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mimo do ano

por Magda L Pais, em 31.10.14

unnamed.png

 

Estava eu descansadinha a tentar perceber porque é que não tinha internet no computador quando vejo, no telemóvel (maravilhas das tecnologias, já se sabe) um mail da minha querida amiga e cofundadora da tag “aprender uma coisa por dia nem sabe o bem que lhe fazia”, a Sofia Margarida, com esta foto. Primeiro achei que estava a ver mal. Eu, na página principal da Sapo? Nã… mete lá os óculos, estás a ver mal. Depois percebi que tinha os óculos e que estava a ver bem. Mas ainda assim não queria acreditar que a nossa rubrica tinha tido direito a este destaque.

Obrigado à equipa da Sapo por me darem mais este miminho. E obrigado à Sofia Margarida, não só por me ter avisado mas também porque é a cofundadora da rubrica “aprender uma coisa por dia nem sabe o bem que lhe fazia” – sem ela nunca a teria começado e não teria tido este destaque.

E a todos os que aqui chegaram por causa do destaque e a todos os que cá vem com regularidade, muito, mas mesmo muito obrigado!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mimos

por Magda L Pais, em 24.10.14

Hoje vou de fim de semana com a alma cheia de mimos.

 

Primeiro foi a Sofia Margarida que me destacou no seu blog. Depois de ler o que ela escreveu, entrou-me um raio dum cisco para o olho e tive de ir procurar os lenços de papel dentro da mala. Obrigado Sofia, és uma querida. Já agora, não por retribuição - que a Sofia merece muito mais que isso - convido-vos a todos a conhece-la no seu cantinho onde encontramos o dia a dia duma moça simpática, divertida, que adora artesanato (tem peças lindíssimas), que cozinha muito bem com a ajuda do Chef Bigodinho Guloso e da D Gulosa  e que está a começar a aprender a gostar de ler.

 

Sofia.png

 

Depois veio o miminho da Carlota. A Carlota é nova no Bairro mas, desde o primeiro dia, que mostra que ainda vai ser uma vizinha daquelas que queremos ter por perto. No cantinho da Carlota podemos acompanhar o dia a dia do período pré-operatório (e espero que pos-operatório tambem) do Bypass Gástrico que vai fazer. Vale a pena lá passar. Eu sei que passo todos os dias.

carlota.png

A seguir veio o mimo do Sapo Blogs para o meu post Ouvido de passagem #2. Obrigado batráquios.

 

sapo.png

e para todos vós que por aqui passarem - obrigado pela vossa presença e bom fim de semana

Autoria e outros dados (tags, etc)

Obrigado Sapinhos

por Magda L Pais, em 06.10.14

Por mais este destaque que é partilhado com os autores do mural e das casas 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Obrigado

por Magda L Pais, em 26.09.14

Hoje é dia de dizer obrigado. Obrigado ao Sapo Blogs por mais um destaque e por todos os destaques que já deu a este cantinho. E já agora obrigado a quem o lê desse lado. É sempre um prazer receber-vos.

 

 

 

Book vs Ebook

 

 
 

 

Goodreads

 

 
 
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor








Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.