Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Conselhos para quem está a começar

por Magda L Pais, em 13.08.15

Perguntaram-me que conselhos daria a quem está a começar, agora, a sua vida de bloguista. Depois de hesitar um bocado, afinal, como eu já disse, o sucesso de um blog depende exclusivamente do bloguista, acabei por dar algumas ideias.

Claro que estas são as minhas ideias, se calhar perguntando a outro bloguista a opinião será outra. Já dizia o outro, cada cabeça sua sentença e, também aqui, isso é uma realidade.

Comecemos pela identidade. Qualquer blog tem de ter uma identidade própria. Plagiar ou copiar os outros não resulta e, mais tarde ou mais cedo, a pessoa sente-se mal com isso ou não consegue manter a situação. Além disso, a pessoa que é plagiada/copiada pode acabar por descobrir o que está a acontecer e arranja-se ai um belo dum sarilho. E isto é válido para títulos, textos, frases, etc.

É claro que nos podemos inspirar noutros posts e blogs para escrever. Não há mal nenhum nisso desde que, e isto é fulcral, se cite o blog/texto onde nos inspirarmos.  

Para que um blog resulta em pleno, é preciso que o seu autor seja ele próprio, ou então se se mantiver fiel à personagem que escolheu. Não há mal nenhum em criar uma personagem de propósito para o blog mas, mais uma vez, é a originalidade que ganha.

As visitas não nascem como cogumelos dum dia para o outro. É bem possível que se tenha dias em que ninguém visita o novo blog mas, certamente que, aos poucos, acontecerão.

Visitar os outros blogs e comenta-los com respeito e sem melgar o juízo para que nos visitem é um bom cartão-de-visita. Podemos, inclusivamente, assinar os comentários com o nosso nome e o endereço do blog (se bem que, em principio, ao preencher o perfil, fica a identificação).

Ser educado quando “entramos” nas outras casas e não ofender, gratuitamente o bloguista. Se não gostamos do que dizem em determinado post, paciência. Saímos como entramos, sem comentar. Se optarmos por comentar temos, mais uma vez, de nos lembrar que, do lado de lá, está uma pessoa de carne e osso e que pode também não concordar connosco.

Erros gramaticais ou ortográficos estão proibidos. Completamente proibidos. Não há nada pior que um texto com erros. Se se usar vernáculo, usa-se sem qualquer problema de consciência. O que interessa é que esteja em português correcto (a única opção, neste campo, é se se escolhe escrever respeitando ou não o acordo ortográfico). Esta regra é válida para o blog, comentários e vida.

Usar tags. As tags, além de facilitarem a arrumação dos textos no blog, permitem que os textos seja localizado por outros.

Desfrutem do blog. Escrevem para vocês, por vocês e para vocês. Escrevam porque gostam de o fazer e não porque querem ser reconhecidos.

Não tenham inveja dos outros. Não mintam a vos próprios e não mintam aos outros.

É fundamental sermos honestos e realistas connosco e com quem nos lê. E também é preciso saber aceitar as críticas.

Há também que ter em atenção que há coisas que não ficam bem nos blogs

Enfim, são imensos os conselhos que se podem dar mas estes pequenos detalhes são, para mim, os que fazem a diferença. Não quero dizer, com isto, que estes conselhos funcionem com toda a gente ou que sejam os únicos mandamentos para um blog. São unicamente fruto da minha experiencia e da minha opinião pessoal.

E vocês? Que regras acrescentariam ou retirariam?

*********

Acrescentado pela Fatia Mor, e que eu concordo - também é importante publicar regularmente, preferencialmente numa base diária.

Autoria e outros dados (tags, etc)


56 comentários

Imagem de perfil

De Vanessa a 13.08.2015 às 09:17

Não falaria melhor, querida Magda Acertaste em cheio!
Quem está a começar tem que ter a noção de que está a falar sozinho, que aquele espaço é só seu e que acima de tudo tem de lhe agradar primeiro antes de agradar aos outros. Não é criar um blog só porque se quer falar com outras pessoas e ser um big sucesso. Logo aí falham, porque para ter visitas é preciso trabalhar um bocado e criar posts leva tempo!
Mas bom, já disseste tudo e obrigada ali pela referência
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 13.08.2015 às 10:06

Aquele teu texto está muito bom e bem explicado. A referência teria sempre de ser feita. (aliás, enviei o link para a pessoa que me colocou a questão).
faz-me confusão que as pessoas queiram começar logo em grande...
Imagem de perfil

De Vanessa a 13.08.2015 às 10:11

Oh fico contente do post ser assim tão útil.


Também me faz confusão quererem "aparecer" logo. É tão bom investirmos tempo e paciência no nosso cantinho, comentar outras casas, ver que as pessoas passam no nosso blog, que gostam do que falamos, que interagem connosco também, mas tudo gradualmente! É muito melhor ver um blog a crescer aos poucos, do que querer que seja muito visto logo e depois nem sequer têm conteúdo para agarrar as pessoas que lá passam.
Já passei por blogs que gostei à primeira vista, que tinham fome de ter público lá e hoje em dia... estão meio que abandonados, desleixados e sem um bom conteúdo. É triste!
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 13.08.2015 às 10:22

o crescimento dum blog deve ser mais ou menos como o nosso próprio crescimento. um crescimento gradual e consistente. Só assim vale a pena. Aliás, uma boa parte do encanto é precisamente esse. o assistirmos ao crescimento do nosso canto, seja em número de posts, de comentários, visitas, etc
Imagem de perfil

De Vanessa a 13.08.2015 às 10:23

O meu era um bebézinho e agora está um menino crescido e lindo como tudo (nota-se muito que sou uma mamã babada?)
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 13.08.2015 às 10:26

não se nota nada...Image és tu e és eu. Image o meu demorou mais, afinal comecei em 2008 (vá, esteve parado uns 2 anos) mas agora está um menino lindo
Imagem de perfil

De Vanessa a 13.08.2015 às 10:29

Há quem leve mais tempo a crescer compreende-se. Mas estas nossas casas valem sempre a pena quando são feitas com paciência, amor e dedicação.
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 13.08.2015 às 10:31

eheheheheh é do DNA! uns crescem mais depressa outros mais devagar Image


paciencia, amor e dedicação são palavras chaves, sem dúvida. Bastante importantes neste (e noutros, imensos, casos). o problema é que muita gente se esquece disso e quer que tudo aconteça para ontem
Imagem de perfil

De Vanessa a 02.09.2015 às 23:32

Juro que passei o dia a ver este post nos destaques e sempre tive a mesma ideia "isto não é da Magda?" e ia à minha vidinha. Agora fui ver e era mesmo!
Aiiiii miga, tá-me aqui a bater uma inveja!  pfffffff nada disso! Merecido
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 02.09.2015 às 23:37

Ahahahahahah acho que acabei de assustar as cadelas e os vizinhos de baixo com a gargalhada que dei depois de ler este teu comentário ahaahahhahahahahaha


beijinhos minha querida
Imagem de perfil

De Vanessa a 03.09.2015 às 09:17

Coitadas das bichinhas, ó Magda "Maria"!Image
ahahah, mas por acaso até eu me ri a escrever o comentário! (sou mesmo uma triste)
Imagem de perfil

De Fatia Mor a 13.08.2015 às 09:26

Acho que não diria mais nada. O blog, pelo menos como o entendo, é um exercício de narrativa pessoal. Como tal, não tenho a perspectiva do sucesso mas gosto quando permite trocar ideias, conhecer novas formas de ser e de estar no mundo que, de outras formas nos seria inacessível. Acho que o importante é publicar, se possível, diariamente. E garantir que gostamos muito de ler e escrever. É preciso interesse na natureza humana... diria eu! 
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 13.08.2015 às 10:07

boa dica! esqueci-me de que se deve publicar com regularidade. vou acrescentar com a devida vénia :D

Sim, é como dizes, é uma narrativa pessoal
Imagem de perfil

De Fatia Mor a 13.08.2015 às 11:08

Isto é o típico "olha para o que eu digo" porque eu bem tento mas não consigo publicar em base diária...
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 13.08.2015 às 11:11

ahahahahahahahaha pois, eu tenho o mesmo problema. Mas tento, quando tenho mais um bocadinho de inspiração ou de tempo programar uns quantos posts
Imagem de perfil

De Maria das Palavras a 14.08.2015 às 09:57

Mesmo que não seja numa base diária, que enquanto leitora de blogs desanimo (e posso deixar de visitar o site) se passa uma e duas semanas e não há nada de novo de uma pessoa que elei como favorita...
Exceção feita à seca do verão que já é normal, as pessoas afastam-se dos computadores e fazem muito bem - mas eu gosto de deixar posts agendados.
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 14.08.2015 às 10:24

é essa a ideia quando falamos em posts diários (ou pelo menos foi assim que pensei nessa parte). Podemos sempre agendar e deixar que sejam publicados automaticamente quando não estamos
Sem imagem de perfil

De Olívia a 13.08.2015 às 11:21

Parece-me um excelente texto para ser destacado! 
Não vale a pena as pessoas quererem ter um blogue apenas para ganhar coisas em troca de publicidade, (já existe muito disso) ou para aparecerem sempre nos destaques (já vi comentários horríveis de pessoas que acham os seus textos muito bons para os destaques e nada de lá aparecerem),  aqui no sapo (não sei como é noutros lados) temos uma excelente ferramenta que é a "subscrição", podemos consultar um blogue de que gostamos e a partir dele conhecer outros blogues, vamos criando uma lista de visitas diária e isso abre-nos as portas ao intercâmbio de ideias. Ler muito outros blogues dá-nos uma perspectiva do que se vai passando em várias áreas, eu por exemplo escolhi seguir logo quem escrevia sobre livros (uma coisa que adoro), sobre família, enfim, deixei de lado aqueles que só falam de moda e acessórios, mas foi a minha escolha. Se escrevesse sobre isso certamente iria querer saber o que os outros bloguistas (mais antigos) escrevem...
Image
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 13.08.2015 às 11:31

Obrigado! o Sapo, se o vir e achar importante, destaca :D eu não o proponho que sou muito má a advogar em causa própria :p


Sim, as leituras e subscrições são excelentes para acompanharmos aqueles com que nos identificamos. A mim moda, acessórios e afins não me diz nada e por isso não os leio (excepto um ou outro que alterna a moda com textos de actualidade). Acompanhando quem anda cá à mais tempo de certeza que acabamos por perceber mais do que se passa, o que não implica que se copie o estilo (isto deve ser muito próprio)
Sem imagem de perfil

De Olívia a 13.08.2015 às 11:44

Exatamente. Cada pessoa é única! 
Mas, aprende-se muito com os outros, e ler muito é meio caminho andado para se sair da ignorância!
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 13.08.2015 às 11:51

é o facto de sermos únicos e de transmitirmos essa condição para o blog que os torna mais interessantes. E saber aprender com os outros é fundamental, sem dúvida!
Sem imagem de perfil

De Olívia a 14.08.2015 às 08:59

Ah! ah! 
Eu sabia que ias ser destacada!
O texto está mesmo muito bom!
Image
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 14.08.2015 às 09:02

Image pois.. advinhaste logo ehehehhe obrigado!!!!!
Sem imagem de perfil

De Joana a 13.08.2015 às 12:34


Como sempre sábios conselhos, Magda.
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 13.08.2015 às 12:34

Obrigado Joana
Imagem de perfil

De Crónicas de um café mal tirado a 13.08.2015 às 13:21

Muito bom texto, como sempre!
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 13.08.2015 às 13:40

Obrigado! Image
Imagem de perfil

De C. a 13.08.2015 às 13:25

Bons conselhos Madga.


Faço das tuas minhas palavras...para mim a essência de um blog é esta...Escrevem para vocês, por vocês e para vocês. Escrevam porque gostam de o fazer e não porque querem ser reconhecidos....


Um beijinho,
C.




Imagem de perfil

De Magda L Pais a 13.08.2015 às 13:41

Obrigado C. Acho que a parte fundamental é mesmo o escrever porque gostamos e não porque queremos ser reconhecidos, não é?
Imagem de perfil

De C. a 16.08.2015 às 12:13

Sem sombra de dúvida...eu falo por mim mesmo não tendo muitos leitores continuo a escrever quando me sinto inspirada porque simplesmente ADORO 😍
Imagem de perfil

De Carolina a 13.08.2015 às 16:07

Olho sempre para este tema um bocadinho de pé atrás. Há uns anos não havia nada destas coisas de dar conselhos para se criar um blog. Cria-se um blog porque se gosta. Não há nada melhor do que partir à descoberta, numa página em branco, sem leitores. Um blog não é um bicho de sete cabeças com um livro de regras. Para mim, o essencial é ser-se sincero. Sincero para consigo próprio e para com os leitores, no sentido de se escrever apenas aquilo em que se acredita. O resto? "Aprende-se" à medida, com os erros.
Beijinhos Magda!
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 13.08.2015 às 16:18

concordo plenamente! um blog é um diário e ninguem vai perguntar a outra pessoa como se faz um diário. Mas, por outro lado, percebo que, quem vai criar um blog e nunca teve nenhum tenha algumas dúvidas sobre o tema. Opta-se, por isso, por perguntar. Não faz mal nenhum e, acima de tudo, mostra interesse.
O importante é que se perceba que não há receitas infaliveis nem garantidas. Um blog deve ser o que o seu autor quiser. E desde que o autor esteja satisfeito, tudo o resto corre sobre rodas.
Tal como tu valorizo imenso a sinceridade. Nos blogs e fora deles. E a auto-aprendizagem é tão gratificante, não é?
beijinhos
Imagem de perfil

De Maria Alfacinha a 13.08.2015 às 23:28

Uiiii... tantas questões :-)
Tudo aquilo que escreveste é puro bom-senso, como é teu apanágio, aliás! :-) e um excelente complemento ao post sobre o sucesso de um blog.
O que é que eu posso acrescentar?
Escrevam, pá! Escrevam sobre o que vos apetece e quando vos apetece. 

(fui muito útil, não fui? é o costume...) Image
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 13.08.2015 às 23:40

Claro que foste útil., escrevam é sempre um bom conselho, sem dúvida. O melhor de todos
Imagem de perfil

De M.J. a 14.08.2015 às 09:49

Falou e disse. Tudo dito. Sou uma triste. Foi preciso ser destacado para eu ler. Oh minha santa Eufémia. Bem sabemos que concordo com tudo.
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 14.08.2015 às 10:24

és uma querida que tem imenso em que pensar agora ;p 
Imagem de perfil

De José da Xã a 14.08.2015 às 10:11

Magda,
em primeiro lugar parabéns pelo destaque. Depois isto de ser blogger não é para todos.
E se este teu texto é uma espécie de (boa) matriz, a verdade é que escrever num blogue exige de quem escreve diversas atitudes.
A primeira é estar mais atento ao que o rodeia. Não tarda que a blogosfera seja um poder, quiçá com influência (nem sei se não será já!).
A segunda prende-se com a qualidade dos textos. Já passei por espaços onde jamais entrei. Aquilo era tão fraquinho, tão fraquinho...Mesmo os erros ortográficos desculpo-os... Jamais a má escrita.
A terceira tem a ver com os temas. Muitas fotos, videos sem textos associados são espaços pouco apelativos.
Finalmente direi que não se deve misturar água e azeite. Ter um espaço só para a ficção, poesia separada de um outro com temas generalistas parece-me outrossim importante.
Desculpa o longo texto,
Felicidades
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 14.08.2015 às 10:27

Obrigado! e o texto não é longo, é excelente. E eu concordo em pleno contigo!

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor








Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.