Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Cybercasamento

por Magda L Pais, em 12.03.15

image3.png

Acho que nunca contei aqui esta história e, na conversa, calhou falar que já tinha assistido a um cybercasamento. O que não disse foi que fui eu que celebrei esse cybercasamento e que, mais tarde (uma ou duas semanas depois) fui madrinha do noivo no casamento pela igreja.

Ora então aqui vai a história.

Em finais de 1997 ou início de 1998, não me recordo ao certo, fiz um upgrade ao computador que tinha em casa para passar a ter acesso à internet. Como nunca tinha mexido nessa coisa assustadora que era a internet, chamei o meu irmão (aquele de que falei aqui) para ir lá a casa ensinar-me algumas coisas. E ele foi. Acompanhado. Pela namorada. Que tinha conhecido no ICQ.

Enquanto ele instalava lá uns programas, entre eles o ICQ, eu e a moça fomos conversando. Afinal ele já lhe tinha falado na mana que era filha de pais diferentes (sempre foi assim que apresentamos o outro aos nossos amigos – somos irmãos filhos de pais e mães diferentes).

Depois do ICQ instalado e do meu nick criado, foi altura de me apresentar ao grupo de amigos deles. Eram imensos e cada um de nós tinha um nick diferente do nome. Eu era a Lea, o meu mano o Fiermont e a namorada era a Nodi. Do grupo fazia parte a Clave, o Road Maniac, o Carpe Diem, o Marte, o Capanegra, o Aladino, a Rosa, o Carsanfer e mais uns quantos que agora não me lembro os nicks.

Aos poucos fomo-nos tornando quase inseparáveis. Eram horas e horas no computador na conversa. Mas não só. Saiamos juntos, íamos ao cinema, às Docas, à Expo, etc etc. E quando regressávamos a casa… fazíamos o checkpoint no ICQ antes de irmos dormir para sabermos que todos tínhamos chegado bem a casa. Sim, tínhamos problemas, eu confirmo…

Mais tarde conheci o Mick, que haveria de se tornar no meu marido, que rapidamente passou a viver comigo (acho que foi uma ou duas semanas, no máximo, depois de nos conhecermos pessoalmente, mas adiante) e que se tornou parte integrante do grupo.

Aquelas noites eram muito engraçadas, confesso-vos. Juntávamo-nos todos no chat do ICQ – chegávamos a ser 20 ou 30 – e passávamos horas à conversa. Nos aniversários cantávamos os parabéns no dito chat, quando batiam à porta lá de casa eu perguntava, no chat, ao Mick (ou vice-versa) qual de nós ia atender a porta… enfim, noites divertidíssimas que ali passávamos.

A Nodi e o Fiermont já namoravam quando o grupo se formou. Eu e o Mick começamos a namorar e a viver juntos em Dezembro de 1998 e quase na mesma altura a Clave e o Road Maniac começaram também a namorar (e a viver juntos).

Em 1999 a Nodi e o Fiermont decidiram (e muito bem diga-se de passagem, que já lá vão quase 16 anos e eu tenho uma sobrinha linda por causa disso) casar. O casamento ia-se realizar em Agosto, na igreja mas todos achamos que fazia todo o sentido que o casamento tivesse primeiro lugar no sítio onde se tinham conhecido – no ICQ. E assim foi.

Avisamos todos do que se ia passar e marcamos a data. Nessa noite, cada um no seu computador, juntamo-nos todos numa grande sala de chat (confesso que não me lembro quantos éramos nem em que data foi). Como não havia padre ou conservador, decidimos, em conjunto, que seria eu – por ir ser a madrinha do noivo – que o celebraria. Lá tive de procurar quais eram as perguntas da praxe e celebramos o cibercasamento do Fiermont e da Nodi. E a 28 de Agosto de 1999 acabaram por celebrar o casamento religioso.

Desses três casais que se juntaram na altura, só a Clave e o Road não estão juntos. Infelizmente, a 26 de Dezembro de 2001, o Road teve um acidente de mota e deixou-nos a todos e ao filho deles, o PP que, na altura, tinha (se não me falham as contas) 16 meses.

Autoria e outros dados (tags, etc)


20 comentários

Imagem de perfil

De Nathy ღ a 12.03.2015 às 11:28

Bem que história engraçada.... Já podes celebrar o outro cibercasamento :D
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 12.03.2015 às 12:37

ele voltou, foi? :D
Sem imagem de perfil

De Olívia a 12.03.2015 às 11:38

Que bonita história, a vossa e a dos vossos amigos!

Mas...

Confesso que me emocionei a ler as letras pequeninas...
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 12.03.2015 às 12:37

Sim, a nossa história é bonita. Todos sofremos imenso com a partida prematura do Road mas pronto, a vida continua não é? 
Imagem de perfil

De Sofia Margarida a 12.03.2015 às 12:49

Adorei :D Super divertido, ainda bem que estão todos juntos (menos aquele que se separou por motivo triste )
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 12.03.2015 às 13:11

Acho uma história muito engraçada mesmo :D 
Ainda estamos todos juntos sim, a Clave ainda faz parte do nosso grupo de amigos. Infelizmente o Road não mas lembramo-nos imenso dele
Imagem de perfil

De A rapariga do autocarro a 12.03.2015 às 12:55

Caramba!!Bonita a vossa história, apesar do infortúnio do vosso amigo e familiares.
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 12.03.2015 às 13:11

Foi uma história bonita sim. E que continua a escrever-se todos os dias
Sem imagem de perfil

De Cris a 12.03.2015 às 13:39

Que giro! Image

Sinto muito pelo Road Image
Sem imagem de perfil

De Filipa a 12.03.2015 às 15:26

É daquelas histórias que á partida tem tudo para dar errado, mas deu tudo certo!! pena que a vida tenha sido um bocado traiçoeira.
Parabéns a todos!! e que continuem sempre assim.
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 13.03.2015 às 09:06

Obrigado! sim, tens razão. Podia ter corrido mal. Mas correu lindamente (excepto o caso da Clave e do Road )
Imagem de perfil

De Just_Smile a 12.03.2015 às 21:37

Que giro, nem sabia que tal era possível. Mas são histórias de amor maravilhosas :)
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 13.03.2015 às 09:07

Sim, foram umas histórias muito boas
Imagem de perfil

De Ana a 22.03.2015 às 15:16

Olá... vim parar aqui um pouco por acaso... tipo salta pocinhas... de titulo em titulo... 
E sabes o que é engraçado... há 17/18 anos atrás ( meados de Dezembro de 97) também eu navegava pelo MIRC (só depois apareceu o ICQ)... e chamava-me Borboleta (se calhar nos dias de hoje não seria um bom nome, mas na altura lembrava-me a sensação de liberdade)... e "conheci" o moço (que como costumo dizer mora lá em casa) que se chamava "conversas"... ele estava em comissão nos Açores... e trabalhava cá no continente (claro)... a 28 Fevereiro de 98 ele veio-me conhecer... casamos 5 meses depois... pela igreja... falta-nos o cybercasamento... fomos chamados de loucos... imaturos... porque ainda éramos "crianças"... o certo é que casamos... e faz este ano 17anos... e temos duas miúdas fantásticas... uma com 15 e outra com 10... e "conhecer" alguém com uma história tão igual é simplesmente fantástico... 
Obrigada pela recordação
Beijinho
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 22.03.2015 às 15:57

olá Ana e bem vinda!


ehehheheh gostei da vossa história também! :D 


Beijinho
Sem imagem de perfil

De Carlos Ferreira a 23.05.2017 às 15:44

Olá Magda (ups... Lea),


A internet, aquele mundo assustador, para alguns, em 1998, é, também, de facto, um imenso catalisador de encontros e reencontros.


Chegado o reencontro, lida a história, posso confirmar que era tudo assim, como está contado.


Eram tempos diferentes, tempos em que as palavras se sobrepunham a outros desmandos, tempos de convívio ainda que, algumas vezes, à distância. Tempos bons, saudosos, únicos.


Foi um prazer conhecer imensa gente e é ainda melhor saber que muitos estão / continuam juntos.


Noutra dimensão ("mirc"), mais tarde, também eu acabei por conhecer a pessoa com quem estou desde 2000.


Faltou dizer, embora se deva ter percebido, que eu fiz parte desta história. É verdade, mesmo que a Norte, o famoso (cof cof) carsanfer ainda mexe...


Um abraço, extensivo a todos aqueles com quem ainda vais mantendo contacto.
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 23.05.2017 às 15:49

Carsanfer!!!!!! Tás vivo!!!! Epa que agora eras quase que a última pessoa que esperava encontrar aqui a comentar esta história. Sim sim, ainda estamos juntos e já lá vão 18 anos. Vou já avisar a Clave, o Fiermont e o Carpe...
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 23.05.2017 às 16:21

Olha, e já agora dá mais noticias. Por email ou Facebook 

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor








Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.