Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


E então, está tudo bem?

por Magda L Pais, em 21.04.17

- não, estou aqui, logo não está tudo bem.

 

Fiz a pergunta do titulo a uma colega de trabalho que tem estado ausente por baixa médica e que regressou hoje. E a resposta foi esta, seguida dum sorriso.

Estranhei.

Bem sei que nem toda a gente gosta de trabalhar, nem todos gostam do que fazem e que há mil e uma maneiras de nos sentirmos no trabalho.

Também sei que me posso considerar sortuda porque gosto efectivamente do que faço, gosto de trabalhar e não me consigo imaginar parada dias a fio, a fazer nada e a olhar para ontem (ainda que me desse imenso jeito para por a leitura em dia).

Mas fiquei a pensar. Será que parte do "não gosto de trabalhar" que muitos dizem vem de atitudes negativas como esta em que se encara o trabalho como um frete, como um sacrifício? será que não melhoraria a saúde psicológica da pessoa se o encarasse de forma positiva?

Sim, eu sei, eu sou uma positivista nata, que encara tudo como um copo cheio (mesmo que esteja menos de meio) e que nem toda a gente consegue ser como eu (e outros que não me acho única). Mas se calhar, um bocadinho mais de positivismo em todos ajuda, não? aos próprios e a quem nos rodeia.

Era só isto. Agora vou voltar ao trabalho. Aquele de que gosto. Enquanto vos deixo a pensar sobre o tema.

Autoria e outros dados (tags, etc)


29 comentários

Imagem de perfil

De Fatia Mor a 21.04.2017 às 11:52

Penso que não há muito a pensar. Efectivamente há quem não goste de trabalhar. Ou há quem não goste do que faz ou da área em que trabalha. Há quem esteja em burnout. Há quem tenha uma tendência a ser mais pessimista. Seja qual for o motivo, há que não veja no trabalho um meio de realização, sendo apenas um meio de satisfação de necessidades básicas. 
As teorias da motivação explicam isso bem, sejam elas mecânicas, ou modelos cognitivos como o expectativa-valor. 
Acho que o importante é perceber se é um problema isolado ou sintoma de um problema maior. 
A forma como enfrentamos o trabalho, quando este constitui um problema, é apenas um reflexo de como estamos na vida. 


Acredita que é uma maravilha gostarmos do que fazemos e fazê-lo sem sacrifício, mas infelizmente vou-me apercebendo que essa não é a realidade da maior parte das pessoas.
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 26.04.2017 às 12:44

Mesmo que seja apenas uma forma de pagar as contas e que não se goste do que se faz, creio que uma atitude positiva em relação ao tema é capaz de ajudar a passar melhor o dia do que uma atitude destas
Imagem de perfil

De Fatia Mor a 26.04.2017 às 19:14

Eu também penso assim. Mas a nossa estrutura é optimista. Para quem não o é, é como ter umas lentes cinzentas em frente dos olhos... Tolda tudo o resto e não é fácil tirarem os óculos. Acaba por ser uma pescadinha de rabo na boca, ou se quisermos ser mais precisos, uma autorrealização de profecia.
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 26.04.2017 às 21:28

vão à procura do que querem encontrar, em suma
Imagem de perfil

De Just_Smile a 21.04.2017 às 12:19

Acho que por vezes é mesmo só a piadinha... Mas eu estou como tu, se há dias que apetecia-me ficar na esplanada? Oh se apetecia, mas nem me consigo voltar a imaginar sem fazer nada... Morria de tédio, eu gosto de trabalhar, ser útil e estar ocupada, por muitos defeitos e 'ses' que um trabalho possa ter :)
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 26.04.2017 às 12:45

nem mais. Esplanada com um bom livro sim mas intervalado com dias de trabalho. Senão até se perde o gosto
Imagem de perfil

De A rapariga do autocarro a 21.04.2017 às 12:21

Acho que a moçoila estava à espera que o médico lhe passasse mais uns dias de baixa (fraudulenta)Image- digo eu com a minha má língua!
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 26.04.2017 às 12:45

creio que não, ela tem mesmo problemas de saude que a fazem estar de baixa
Imagem de perfil

De Happy a 21.04.2017 às 13:08

Penso que é tudo uma coisa de mentalidade. Se gostaríamos todos de trabalhar menos? certamente. Mas como temos de o fazer, é a forma como encaramos isso que deve trabalhar a nosso favor e não contra nós.
Há tempos uma colega de trabalho despedia-se a um sábado às 10h da manhã (hora a que ela sai) e dizia. "Bem, até segunda. Quando penso que é já depois de amanhã..." Eu disse-lhe que com um pessimismo desses, duvidava que tirasse verdadeiro partido do fim de semana...
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 26.04.2017 às 12:45

cruzes... essa ainda consegue ser pior
Imagem de perfil

De Um quarto para as nove a 21.04.2017 às 14:21

Há dias piores, há trabalho e trabalhos e depois há mesmo quem não goste de fazer nada de nada.
Há quem se queixe quando tem o que fazer e quando não tem.
É o estilo de vida do queixume.
Eu também me queixo...tenho dias...uns que me apetece mais que outros...e não há nada como o fim de semana.
Mas bom, todos temos de trabalhar e era bom que se encarasse de melhor animo.
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 26.04.2017 às 12:46

não consigo perceber a teoria do queixume constante, confesso. além de irritar os outros tambem deve ser irritante para quem se queixa
Sem imagem de perfil

De Filipa a 21.04.2017 às 18:56

Independentemente de gostar ou não do que faz, estar a trabalhar tendo saído de uma baixa médica era motivo para estar tudo bem, digo eu q
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 26.04.2017 às 12:47

concordo tambem. Além de que o facto de ter trabalho ao contrário de milhares que por ai andam tambem será um factor positivo
Imagem de perfil

De Sofia a 21.04.2017 às 19:59

Ela, não sabe a sorte que tem em ter trabalho nos dias de hoje!
Eu trabalho desde miúda, por isso só de pensar em ficar parada me assusta.
Uma vez, tive de férias 3 semanas no inverno e já estava enlouquecer.Image
Tenho, sorte de gostar do meu trabalho.
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 26.04.2017 às 12:49

eu não consigo ter mais que 15 /20 dias de férias... daria em (mais) louca ainda... 
Imagem de perfil

De Sofia a 26.04.2017 às 12:50

Pronto, já vi que somos as duas loucas!ImageImage
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 26.04.2017 às 21:28

mas disso eu não tinha qualquer dúvida :p
Imagem de perfil

De golimix a 23.04.2017 às 12:25

Olá. 


Deve ser horrível sentir-se assim no trabalho! Será que foi piada, neste caso depois de um atestado, de mau gosto? 
Será que a moça não gosta do que faz ou não gosta mesmo é de trabalhar? 
Será...? 


Há sempre uma infinidade de questões que nos colocamos. 
A questão que não se coloca, para mim, é deixar de trabalhar. Assim como poderei ansiar as férias e os fins de semana? 😁😁
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 26.04.2017 às 12:52

olha, bem visto. se não trabalharmos como podemos ansiar pelos fins de semana e férias?
Imagem de perfil

De Vanessa a 23.04.2017 às 16:48

Ultimamente tenho dito muito isto: as pessoas quem um emprego e não um trabalho. E se estão no seu local de trabalho e não gostam, ficam de mau humor, tratam os outros assim (né?) e acham que isso é a coisa mais normal do mundo.
Eu trabalho em atendimento ao público, como sabes, e apanho lá muita gente torta e stressada com o seu trabalho e que pensam que ao chegarem lá, têm de ser os primeiros a ser atendidos e despachados o mais rápido possível, porque o seu trabalho "é mais importante que o nosso". Houve já uns quantos clientes a quem eu mandei ter calma, porque eu não suporto que sejam mal educados comigo, uma vez que eu não vou lá ao trabalho deles fazer o mesmo, e ter de aturar bocas quando estou a trabalhar... ainda para mais, logo pela manhã quando SÓ termino o meu dia de trabalho às 19h, tenham dó, mas comem-nas na hora. Detesto gente assim e colegas meus descontentes com a vida que têm e a despejar em cima dos outros também não papo disso.
As pessoas querem ganhar dinheiro, quer isso as deixe felizes, quer não. Eu prefiro um trabalho que gosto e me preenche, do que algo que odeio e que só me mata psicologicamente. Mas bom, isso somos nós, né? xD


javascript:nicTemp();
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 26.04.2017 às 12:56

eu tambem atendo ao público como sabes e percebo-te perfeitamente. Tambem aplico aquela velha máxima de que o cliente só tem razão quando realmente tem. e más criações não aceito nunca.


há malta que só está bem a queixar-se
Imagem de perfil

De mami a 24.04.2017 às 13:09

falando por mim: adoro a minha profissão e o que ela implica, detesto a minha entidade patronal pela forma como limita os seus colaboradores (que designa por subalternos).
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 26.04.2017 às 12:56

Aqui por acaso nem temos muito esse problema. aliás, até temos uma boa relação com a chefia directa

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor








Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.