Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


E os direitos dos mais altos e dos mais pesados?

por Magda L Pais, em 30.10.14

Já falei aqui do meu excesso de peso. Apesar de ser alta (mas, mesmo assim, sou a mais baixa lá de casa), de facto devia perder uns quilinhos que tenho a mais. O meu maridão “sofre” do mesmo mal. Ainda é o mais alto da casa – seguido de perto pela nossa filha de 13 anos – mas sempre são 1.92 metros. E também tem excesso de peso.

Hoje, mais uma vez, concluímos que Portugal não está preparado para quem está fora da normalidade. No caso do meu Miguel, pela altura e pelo peso.

Hoje fomos os dois ao Hospital da Luz porque o rapaz ia fazer um exame médico. Vou deixar que sejam as palavras que ele escreveu no facebook, a contar o que se passou:

E eis senão quando, um gajo decide tratar-se, ou pelo menos perceber o que tem de tratar e descobre que não o pode fazer... e esta? Começou logo mal quando chegou a hora de vestir uma daquelas ridículas batas que ficou que nem a camisa do Hulk no dia que descobre que tem de pagar o IMI, logo a seguir vem o médico informar que não podem fazer o exame porque a máquina não tem capacidade, não aguenta, é pequena...

Poderia ser cómico, não fosse o facto de que ele precisa mesmo de fazer o exame. Mas não o pode fazer porque não cabe na máquina…

Quando vai ao médico medir a tensão… outro sarilho. Sobra braço depois de acabar a braçadeira da maior parte dos aparelhos. E nem sempre os médicos (principalmente nos hospitais e centros de saúde) têm os extensores.

Compra de roupa para nós – é de fugir. Só encontramos em algumas lojas e muita dela é feia, sem gosto algum, caríssima. Será que, por sermos maiores (em peso e altura) que a normalidade, não temos direito a nos vestir com gosto?

Sapatos, idem. Bom, aqui eu não tenho esse problema, calço o 39, arranjo bem. Mas a minha filha, que calça o 43, é uma encrenca. A maior parte dos lojistas fica a olhar para nós com ar de estarmos a pedir um sapato em ouro. E o meu filho, que calça o 45 (sim, leram bem, calça o 45 com 11 anos), tem o mesmo problema.

Estes são só alguns dos exemplos das dificuldades com que os gordinhos e granditos se deparam no dia-a-dia. Será que é só entre homem e mulher que é necessário garantir a igualdade? Então e os mais altos e mais fortes? Não terão os mesmos direitos dos “normais”?

Autoria e outros dados (tags, etc)


27 comentários

Imagem de perfil

De Sofia Margarida a 30.10.2014 às 14:52

Só conheço a dificuldade dos tamanhos para gordinhos, porque sou pequena... Mas acredito que seja extremamente díficil :/ É triste como as pessoas são discriminadas sem quase se dar por ela... :/
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 30.10.2014 às 14:56

é isso mesmo, discriminação. Mas se fosse só na roupa... pronto, já estamos habituados, não é por ai. Agora nos cuidados médicos? na saúde? o Miguel precisa de fazer este exame urgentemente. E não pode. Porque não cabe na máquina... Como é que é possível isto acontecer? só porque tem excesso de peso não merece ser tratado?...
Imagem de perfil

De Sofia Margarida a 30.10.2014 às 14:58

Realmente, na saúde a coisa complicasse . E ninguém lhe dá uma alternativa? Isto devia ser público para que as pessoas competentes resolvessem este problema. Porque acredito que o caso do Miguel seja um de muitos :( Espero mesmo que consigam resolver..
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 30.10.2014 às 15:00

mandaram-no falar com a médica para que ela marque outro exame... foi a solução encontrada pelo hospital...
Precisamente por isso, porque achar que isto se deve saber, que contei aqui a história. 
Sim, eu também espero e acho que se vai resolver. Tem de se resolver
Imagem de perfil

De Sofia Margarida a 30.10.2014 às 15:01

Minha nossa :/ Vou partilhar posso~?
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 30.10.2014 às 15:02

podes claro. até te agradeço por isso.
Imagem de perfil

De Nathy ღ a 30.10.2014 às 15:03

Julgava eu que o acesso à saúde era um dado adquirido. Enfim há coisas que me ultrapassam.


Magda Maria onde foste arranjar uns filhos tão grandes?! dá-me um pouco dessa altura :D
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 30.10.2014 às 15:06

em Portugal só o pessoal com estatura normal tem acesso aos exames médicos, pelos vistos... confesso que não me passava pela cabeça esta situação se não a estivesse a viver.


Bom.. os miudos. como viste, o pai é grande. Eu tenho 1.74 m. os gaiatos nasceram com tamanhos normais (FELIZMENTE). Mas depois... começaram a crescer, a crescer, a crescer (ou a medrar como dizia a minha avó...) e pronto. Eu sou a mais baixa lá de casa...
Imagem de perfil

De Nathy ღ a 30.10.2014 às 15:12

Não devia ser assim. E ainda dizem que temos que ter cuidado com a saúde :) Ah pois só os magros é que têm direito --'


Eu também sou a mais pequena lá de casa :) Todos passam por mim. Até a minha sobrinha de 14 anos já está mais alta que eu :) Felizmente gosto da minha altura D:
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 30.10.2014 às 15:14

só os magros e de altura "normal". Os outros... olhem, fiquem magros que depois tratamos de vocês.

eu era a mais alta na casa dos meus pais... agora foi relegada para a mais baixa :p
Imagem de perfil

De Nathy ღ a 30.10.2014 às 15:22

O que acho ainda mais grave é pedirem esse exame ao teu marido sabendo que não o podia fazê-lo. Não acredito que o medico/a desconhece-se.
Espero que consigam resolver a situação.


Eu acho que serei sempre a mais pequenina :D
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 30.10.2014 às 15:23

a médica que pediu o exame e que o conhece não achou que a máquina não pudesse com ele. Estamos agora a aguardar que ela diga que outro exame ele poderá fazer
Imagem de perfil

De Nathy ღ a 30.10.2014 às 15:25

Enfim... há coisas que ultrapassam-me :(
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 30.10.2014 às 15:26

a ti e a mim
Imagem de perfil

De A Miúda a 30.10.2014 às 15:21

Querem igualdade em tudo, mas em relação a isto esquecem-se.
Eu calço o 35 e digamos que sapatos... muitas vezes só na zona de criança. São mais baratos, é um facto. Mas são de criança! Ou seja, em alguns sítios só há da Violetta, da Minnie e etc.  e eu quero ténis de adulto.
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 30.10.2014 às 15:25

lá está, estás fora do dito "normal". Sempre tive o problema oposto com a minha filha. Queria comprar-lhe sapatos infantis (aos 6/7 anos) e só encontrava na zona dos adultos
Imagem de perfil

De Carlota a 30.10.2014 às 16:38

Também tenho peso a mais e sinto isso, para comprar roupa é um desafio.


Para medir a tensão arterial também sofro do mesmo mal, não há faixa que me sirva. 


Image
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 31.10.2014 às 09:11

acabamos por ser discriminados pelo peso... 
Imagem de perfil

De M* a 30.10.2014 às 22:24

45 com 11 anos?! Xiçá, onde é que o moço vai parar?Image


Compreendo o problema em relação à roupa - sobretudo e no que toca às calças - mas não imaginava esses problemas na área da saúde... é revoltante!
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 31.10.2014 às 09:14

quanto ao rapazola, já lhe disse que qualquer dia dorme de pé. E que não precisa de barbatanas, seguramente eheheheh


é verdade. Na roupa a malta ainda se desenrasca. Paga-se mais um bocadinho, procura-se mais, mas há solução. Na saúde, pelos vistos não
Imagem de perfil

De BataeBatom a 31.10.2014 às 03:07

Realmente, há situações que só entendemos quando as experienciamos... Nem consigo imaginar a dificuldade que têm para encontrar esses artigos. E o mais grave é mesmo a necessidade de fazer o tal exame!... :S espero que arranjem solução rapidamente! ;)
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 31.10.2014 às 09:18

Sim, haverá solução com certeza. Como disse à pouco, quando é para arranjar roupa, sapatos, etc, a coisa arranja-se. Mais cara, mais tempo à procura, etc mas arranja-se.

Agora não poder fazer exames médicos porque o equipamento não permite? inconcebivel!
Imagem de perfil

De Sara a 31.10.2014 às 16:03

Eu não sou alta, mas sou gordinha e partilho alguns desses dramas. Comprar roupa é uma missão quase impossível...Normalmente o que faço é chegar à loja e agarrar em tudo o que parece servir-me e depois no provador coloco de parte o que é caro demais, chego a levar peças que até nem me agradam mas como foram as únicas que ficaram bem...Devia haver mais lojas com tamanhos grandes a preços acessíveis...Tenho uma amiga que tem esse problema com os sapatos, é difícil encontrar e quando encontra é tudo já de colecções antigas. Acho que eles fazem a roupa e o calçado por uma medida padrão e depois quem está fora é que dana..

Imagem de perfil

De Magda L Pais a 31.10.2014 às 16:13

o problema é que há medidas que nem sempre aparecem. O meu marido usa o 6XL... nem calculas a dificuldade que é encontrar o que quer que seja desse número
Sem imagem de perfil

De Cris a 15.06.2015 às 11:58

Na compra da roupa também já senti dificuldades, mas, como sou baixinha, lá ia arranjando. (nos sapatos não tenho problema, porque tenho o pé pequenino) Agora há lojas que já vendem coisas de jeito para o meu tamanho. Olha, eu ultimamente tenho comprado no Manual da Moda (http://manual-da-moda.blogs.sapo.pt/). Relativamente ao aparelhos, devo dizer-te que não é só aqui que há problemas. Eles fazem os aparelhos exactamente como as roupas, só para determinadas medidas...
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 15.06.2015 às 12:04

nas roupas vamo-nos safando na C& A. felizmente tem tamanhos grandes e algumas roupas são bem giras. Agora o resto... oh senhores, temos de ter todos tamanhos tabelados

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor








Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.