Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Estou farta de ti!

por Magda L Pais, em 11.08.15

crianca-triste-32-218x300.jpg

 … dizia uma ilustre mãe à sua filha de 2 ou 3 anos no outro dia na esplanada do café, enquanto a miúda, sem mais que fazer, subia e descia da cadeira, empurrando-a para frente e para trás.

Gostei de ouvir… sim, claro que sim. E esta criança, a filha, claro que também. Obviamente que ouvir a nossa mãe dizer que está farta de nós é muito bom e faz maravilhas à nossa personalidade.

Fui irónica! (ou será que alguém acreditou?)

Estou farta de ti!, não gosto de ti!, que peste! , és mesmo estúpido(a)!  Ou outras variantes destas frases são coisas que não se deve, em momento algum, dizer aos filhos – e que, infelizmente, muita gente diz. Será preciso explicar que, para os filhos, os pais tem sempre razão, são os heróis, os modelos a seguir – pelo menos quando são mais novos – e, se são esses mesmos modelos que dizem que a criança é estúpida, peste ou que não merece que gostem dela, a criança vai acreditar e aceitar como sendo realidade?

Uma criança que cresce a ouvir – sobre ela – este tipo de comentários, vai-se tornar um adolescente inseguro e problemático e um adulto com maiores problemas ainda. Vai-se tornar um adolescente que não gosta dele próprio (e porque iria gostar se os seus próprios pais não gostam?) com todos os problemas inerentes a essa falta de amor-próprio. E vai tratar-vos exactamente da mesma maneira que foram tratados por vocês.

Corrijam as crianças, ensinem-nas a comportar mas nunca, nunca mesmo, digam que estão fartas delas, que não gostam delas ou que são estúpidos e burros. Façam-no com respeito e acreditem que vão ser respeitados no futuro. Fazendo-o, as probabilidades de criarem adultos seguros e com amor-próprio, são bastante superiores!

Autoria e outros dados (tags, etc)


21 comentários

Imagem de perfil

Vanessa a 11.08.2015

Tens toda a razão.
Há pais que gostam de ir a cafés, restaurantes, festas, wtv, ficam ali de rabo alapado o tempo todo e esperam que os seus filhos aguentem estar quietos. Qual é a criança que fica quieta muito tempo? Nenhuma. E os pais dizem que ficam fartos deles, porque querem estar ali a desfrutar de algo e não podem. Fazê-los é fácil, pois claro, o pior vem depois! Não sou mãe, tenciono ser um dia, mas não tenciono ter essas atitudes, nem estar "despreocupada". Eu sempre vi os meus pais como heróis, embora a minha relação com a minha mãe tenha sido um pouco como o que descreves. Às vezes abre-se a boca demais e isso correu-lhe bastante mal na minha adolescência, embora já adulta as coisas estejam melhores, eu continuo a ter dias em que não presto para nada. Temos pena então
Imagem de perfil

Magda L Pais a 11.08.2015

que atire a primeira pedra o pai que nunca pensou que está farto do filho. é a mais pura das verdades, principalmente quando queremos estar descansados e não podemos. Acontece, é normal e só prova que somos humamos. Mas do pensar ao dizer vai uma grande distância (ou deve ir uma grande distância). Normalmente quando os pais dizem isso, mais tarde a coisa pode correr mal para o lado da criança. 
No teu caso, felizmente não ficaste "afectada" psicologicamente com o que te foi dito na adolescencia. Provavelmente entrou a 100 e a saiu a 200 :D e ainda bem. Mas há casos complicados, muito complicados mesmo
Imagem de perfil

Vanessa a 11.08.2015

Naquela altura saiu um pouco a 50, mas agora já nem ligo nenhuma a isso! Cheguei a ter uma bruta discussão com a minha mãe por causa dessas coisas e por ela fazer aquilo que todas - no geral - as mães fazem: o filho de fulano não faz isso, a filha de fulana é assim e tu não. Houve um dia em que decidi meter um "basta!" no assunto, ela não gostou do que ouviu, mas comeu e calou. Desde aí tem sido normal, sei lá, acho que todas as raparigas têm uma relação fixe com as mães, de mandarem vir uma com a outra às vezes, mas correr sempre numa boa
Imagem de perfil

Magda L Pais a 11.08.2015

ah as comparações! coisa horrivel que alguns pais fazem e que daria novo tema :D sempre detestei essas comparações. A minha mãe, felizmente, nunca o fez. E a única vez (foi só uma que me lembre) que eu fiz uma comparaçao levei logo com a resposta de que a filha da minha mãe era eu e não a outra
Imagem de perfil

Vanessa a 11.08.2015

Isso é muito bom! Eu tenho levado com isso muitas vezes, agora são completamente raras, mas quando acontecem dou-lhe logo resposta não comeces que depois ouves o que não queres.
Imagem de perfil

Magda L Pais a 11.08.2015

ahahahahahahaah exactamente. é uma boa politica.
sabes que, quando crescemos e passamos a fase da adolescência, vemos as coisas de uma forma mais clara e conseguimos, por isso, relevar muito. E dar as respostas certas para evitar mais confusões
Imagem de perfil

Vanessa a 11.08.2015

Eh... eu já me apercebi disso imensas vezes
Imagem de perfil

Magda L Pais a 11.08.2015

ahahahah e de certeza que a tua mãe também Image
Imagem de perfil

Cláudia Oliveira a 11.08.2015

Eu não digo e nem vou dizer esse tipo de coisas. Espero sinceramente contribuir para uma criança feliz e sem problemas. 
Imagem de perfil

Magda L Pais a 11.08.2015

não há uma receita infalivel para termos crianças felizes e criarmos adultos seguros e felizes. Mas há coisas que podemos fazer para ajudá-los a serem felizes e sem problemas. e esta é uma delas ;:D
Imagem de perfil

Cláudia Oliveira a 11.08.2015

assim espero... uma pessoa faz tanto por eles (nem estou a falar nisto)...
Imagem de perfil

Magda L Pais a 11.08.2015

o fundamental é fazermos bem :D ou o melhor possível pelo menos. Até porque o raio dos gaiatos nao vêm com livro de instruções...
Imagem de perfil

A Miúda a 11.08.2015

Quantas vezes não ouço coisas dessas.
Ainda ontem atendi uma cliente com dois filhos, a miúda olhou para a conta viu 30€ e disse que era muito dinheiro, o miúdo que era mais velho disse que era pouco, só era muito se fosse 1000€. Disse a rir para a cliente "um é o oito, o outro é o oitenta", a cliente com ar sério respondeu-me "já não posso com eles". Fiquei a olhar para ela com cara de parva, não era razão para tal. Ainda por cima os filhos tinham-na ajudado e tudo, não havia razões aparentes para ela estar farta.
Imagem de perfil

Magda L Pais a 11.08.2015

completamente idiota essa mãe. Mas como ela há muitas, mais do que seria desejável.
como disse mais acima, todos temos um dia mau, um dia em que pensamos que estamos fartos. Mas isso acontece nos picos dos maus comportamentos, não quando nos estão a ajudar e a tentar colaborar
Imagem de perfil

Maria das Palavras a 11.08.2015

Há frustrações que custam muito a segurar na ponta da língua...mas temos de medir as consequências de cada gesto e palavra. As palavras que se dizem sem intenção também ficam registadas na nossa mente, mesmo que se as lavem com desculpas a seguir. Já foram proferidas. Não é fácil, ninguém diz isso, mas temos de fazer sempre o nosso melhor...
Imagem de perfil

Magda L Pais a 11.08.2015

claro. em todas as relações, sejam elas de que genero forem, há sempre aquele momento em que é preciso pensar muitas vezes antes de abrir a boca. É que, por mais desculpas que se peçam depois, a verdade é que já se disse
Sem imagem de perfil

Cris a 11.08.2015

Como as pessoas se esquecem da força das palavras...
Imagem de perfil

Magda L Pais a 11.08.2015

e do efeito que elas tem a longo prazo
Imagem de perfil

BataeBatom a 12.08.2015

Basta ter noção que o respeito é essencial para qualquer relação saudável... 
Felizmente, não imagino a sensação de ser tratada dessa forma pelos meus pais. 
Imagem de perfil

BataeBatom a 12.08.2015

Basta ter noção que o respeito é essencial para qualquer relação saudável... 
Felizmente, não imagino a sensação de ser tratada dessa forma pelos meus pais. E acredito que, em certos momentos, se tenham fartado do meu comportamento! :p mas souberam manter o controlo! Image
Imagem de perfil

Magda L Pais a 12.08.2015

todos os pais passam por esse desespero de estarem pelos cabelos com os filhos. O truque é saber manter isso no pensamento e não expressar por palavras 

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor








Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.