Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Falta de...

por Magda L Pais, em 01.07.16

Confesso que nem sei bem que titulo dar a este post nem sei bem o que pensar de quem provoca estas situações.

Vamos começar pela história. Uma amiga minha, ontem de manhã, antes de sair para o trabalho, resolveu estender roupa. Na véspera tinha feito duas máquinas de roupa e aproveitou o bom tempo para a deixar a secar de modo que, quando chegasse à tardinha, estaria tudo seco.

E pronto. Estendeu a roupa de manhã, foi trabalhar e, quando chegou a casa foi à janela apanhar a roupa.

Isto foi o que ela viu:

42a3f1fc-52d1-4239-a695-f7c69b9f086d.jpg

499c0ceb-34a9-436e-8d14-89015f550352.jpg

db9e6f85-58b6-403a-bae5-fd75120caf7a.jpg

E o que é isto? bem, isto são os restos da roupa que a minha amiga tinha estendido. Quer a roupa quer as molas arderam. 

Não querendo acreditar que os vizinhos de cima tenham, propositadamente, atirado fósforos acessos para a roupa (ou pegado fogo intencionalmente à roupa), só nos resta pensar que a culpa terá sido de alguma beata de cigarro, até porque sempre que a roupa é estendida leva com cinza em cima, sendo necessário, de vez em quando, voltar a lavar para tirar o cheiro a tabaco e a sujidade das cinzas.

A policia já foi chamada mas pouco ou nada pode fazer, claro, não há provas.

Será assim tão difícil pensar um bocadinho e não atirar cinzas e beatas pela varanda, para cima da roupa das outras pessoas? Não tenho nada contra que se fume nas janelas e varandas - aliás, diria até que, a fumarem, que seja nesses sítios. Mas usem cinzeiro! um recipiente qualquer que sirva para guardarem as cinzas e as beatas sem incomodarem os vizinhos. Sem pegarem fogo à roupa dos outros.

Calças, camisolas, cuecas, meias... ardeu tudo. E vai ser necessário comprar novos. Além do susto de chegar a casa e ter a roupa ardida (felizmente dentro de casa estava tudo bem) ainda vai ter o custo de comprar roupa nova.

Fumadores, pensem nisto... mas pensem mesmo. Fumem à vontade mas não prejudiquem os outros.

 

**********************

 

já participaram no Passatempo Pura Malícia e no Passatempo flash?

Autoria e outros dados (tags, etc)


24 comentários

Imagem de perfil

Carla a 01.07.2016

Há quem só olhe para o seu umbigo e não se rale com os outros. É uma questão de civismo e bom senso. Eu vivo num r/c e no meu prédio há fumadores nos primeiro e segundo andar que fumam nas varandas, sempre com um cinzeiro junto a eles. Nunca apareceram cinzas ou beatas no quintal.
Imagem de perfil

Magda L Pais a 04.07.2016

ter um cinzeiro à mão é quanto basta para evitar situações perigosas como esta. O problema é que nem todos tem esse cuidado. Com as cinzas e não só...
Imagem de perfil

Chic'Ana a 01.07.2016

Eu nem tenho palavras, sinceramente!! Foi a roupa, que só por si já é muita coisa, mas poderia ter sido muito pior!!
Imagem de perfil

Magda L Pais a 04.07.2016

eu tambem fiquei sem saber ao certo o que dizer. Caramba que coisa mais perigosa!
Imagem de perfil

Vanessa a 01.07.2016


Meu deus! Eu ficava passada!
Varandas de prédios e as varandas dos supermercados ao ar livre são tudo a mesma merda (desculpa o termo). Pessoas que estão a fumar lá em cima e a mandar beatas e cinza para cima das pessoas. Ja foram muitas as vezes em que me queimei com essas merdas e fiquei capaz de os comer vivos. Nao fumo, mas quer dizer... nem falo em respeito pelo ambiente, nem pelos outros que isso já ninguém tem, mas podiam pelo menos ser menos porcos, porque ninguém os livra do karma os atacar.
Imagem de perfil

Magda L Pais a 04.07.2016

Há muita falta de civismo por ai fora. coisas que podiam ser simples não são feitas porque lhes falta essa parte da educação de berço
Imagem de perfil
Também é  preciso ter sorte com os vizinhos, eu morei num R/C com terraço! Era uma autêntica lixeira municipal, desde saquetas de chá, cápsulas de café, ossos, beatas, envolcros do WC pato, de tudo tirava da minha roupa, era horrível! Há pessoas que estavam bem era num Bairro social rodeados daqueles ciganos que já arrancaram as portas e janelas aos prédios e fazem fogueira no meio do hall do prédio!
Imagem de perfil

Magda L Pais a 04.07.2016

e depois, ai, reclamavam. também já vi fraldas de bebés (usadas) e pacotes de detergente da roupa atirados da janela... e os desgraçados do RC a levar com isso tudo
Imagem de perfil

Princess Beauty a 01.07.2016

:O Que coisa tão estupida, aliás que vizinhas tão estupidos :O


Estou parva com isto
Imagem de perfil

Magda L Pais a 04.07.2016

é uma situação deveras estupida e preocupante. Vá-se lá saber que mais podia ter acontecido
Imagem de perfil

Princess Beauty a 04.07.2016

Claro, as pessoas não têm consideração nenhuma pelos outros
Imagem de perfil

marrocoseodestino a 01.07.2016

Caramba eu passava-me .
Custa muito ter um cinzeiro à mão?
Cá em casa fumamos à janela e temos sempre um cinzeiro junto de nós.
É tão fácil colocarmos-nos na pele dos outros e vermos se gostávamos que nos fizessem o mesmo.
Imagem de perfil

Magda L Pais a 04.07.2016

não é tão fácil assim, senão as pessoas faziam-no. para isso era preciso haver empatia, coisa que algumas pessoas desconhecem por completo
Sem imagem de perfil

sarabudja a 04.07.2016

Há uns anos, uma vizinha pequenita cuspiu umas chicletes para a minha varanda e vai de colar na pedra e numa pontinha de uma peça de roupa. 
Passei-me. Encontrei a mãe da menina na escada e disse que tinha sido muito difícil descolar. A mãe só me respondeu: sabe como é a canalha!
Pffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffff... Há pessoas que pouco dignificam a espécie, certo? 
Imagem de perfil

Magda L Pais a 04.07.2016

bom.... isso era coisa para lhe dar logo a resposta que a canalha é aquilo que os paizinhos (ler com sentido depreciativo) lhes ensinam. Cruzes! filho meu que fizesse isso ia limpar a tua roupa e a janela... lá está, o civismo tem de se ensinar de berço e há pessoas (será pessoas o termo certo?) que não o tem. E não, não dignificam a espécie em nada
Sem imagem de perfil

sarabudja a 04.07.2016

Concordamos até na forma como mostraria aos meus filhos uma das consequências de cuspir chicletes: limpar o que sujou. E se fosse reincidente (ou dependendo do humor maternal), limparia a varanda toda.
É óbvio que os miúdos, muitas vezes, se esquivam dos ensinamentos e desafiam leis da gravidade, mas assobiar para o lado, não vai ajudar.
A minha peça de roupa teve salvação. Já essas arderam, literalmente. 
Valha-me que há vizinhos muito bons e com quem a convivência é pacífica e agradável. Como em tudo na vida. 
Imagem de perfil

Magda L Pais a 04.07.2016

há vizinhos para todos os gostos, verdadinha. E há pais que nem merecem esse nome. Claro que as crianças se tentam esquivar. mas depois depende se os pais as deixam, ou não, esquivar
Imagem de perfil

Mia a 05.07.2016

:O que absurdo! Há pessoas que realmente, só ao estalo...
Imagem de perfil

Magda L Pais a 11.07.2016

eu diria que, neste caso, um estalo ainda era pouco
Sem imagem de perfil

Teresa Ricardo a 08.07.2016

Nunca tinha, jamais, ouvido falar em tal história. Para além de muitíssimo civismo também, é malvadez.
Imagem de perfil

Magda L Pais a 11.07.2016

confesso que trabalho com condóminos, arrendatários e prédios há quase 30 anos e nunca tal tinha visto também
Sem imagem de perfil

Ana a 11.07.2016

Sofro do mesmo problema. A maior parte das vezes que vou apanhar a roupa tenho beatas vindas de cima. Fico chateada mas nada de grave, dá para sacudir e não restam vestígios.
Agora isso é mesmo impressionante,não podem ser só beatas ImageImage.
Imagem de perfil

Magda L Pais a 11.07.2016

podem ter sido só beatas porque estava um dia de muito calor e uma conjugação de factores pode ter levado a que isto acontecesse. O que é muito muito mau

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor








Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.