Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Varicela & Facebook/Blogs

por Magda L Pais, em 23.04.15

1952014075649varicela-maggie1.jpg

E depois de lerem o titulo, perguntam vocês: mas que tem a varicela a ver com o resto, a menos que seja uma explicação da diferença Sarampo vs Varicela que muitos ignoram?

Pois, à partida poder-se-ia pensar que nada, varicela - doença infantil - não teria nada a ver com o facebook ou com os blogs... excepto nos casos em que mães extremosas resolveram dar a conhecer ao mundo como ficaram as suas crianças por terem apanhado esta doença infantil. E isto não é para A ou B. É para todas as mães que, algures no espaço e no tempo, resolveram inundar o mundo com imagens simpáticas das crianças - na maior parte dos casos em cuecas (que delicia para os pedófilos) cheiinhas de borbulhas. Mas não só. Crianças sentadas no penico ou na sanita, a tomar banho na banheira, etc e tal. Yupieeee! diz o pedófilo ali da esquina que encontrou a foto (no blog ou no facebook).

Estarei a exagerar?

Não, infelizmente não estou. Gostava de estar mas a verdade é que Pedofilia e as redes sociais estão cada vez mais unidas. Fotos inocentes partilhadas por pais apaixonados pelos seus filhos tornam-se objecto de delírio doentio por parte dos pedófilos, mesmo quando achamos que colocamos as definições de segurança devidas. Muitos pais esquecem-se que a maior parte dos pedófilos faz parte da familia da vítima, logo, se colocarem a foto apenas para a família podem estar a potenciar esse delirio.

Mas não é só esse o problema. Pais, vocês já foram crianças. E os vossos pais tiraram, com certeza, aquelas fotos fantásticas, em bebés, sem fralda, todos nus em cima da cama. Ou sentados na sanita, etc e tal. e digam-me lá, agora que tem 30 ou 40 anos, gostavam de mostrar essas fotos aos vossos amigos e conhecidos? aos pais do vosso marido/mulher? não gostavam, pois não? mas é exactamente isso que estão a fazer aos vossos filhos. Daqui a 30 anos os vossos filhos vão adorar (not) terem sido expostos dessa maneira na Internet e, ao contrário de vocês, não podem esconder as fotos porque a internet não deixa. Será que não pensam no que vão pensar/dizer os vossos filhos?

Não é preciso pensar muito em que fotos se podem partilhar - são só 10 fotos dos seus filhos que não deve publicar na Internet. E pensem, usem a cabeça. No caso das crianças e da sua exposição, acreditem que menos, é mais! mais seguro para os filhos que estão a criar com tanto amor.

E já agora vão ali à minha vizinha e amiga Cindy ver o que ela tem mais para acrescentar sobre este tema. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


21 comentários

Imagem de perfil

Aerdna a 26.04.2015

Excelente texto!
Já o ando a "namorar " há dias. A pensar se existiria algum inconveniente em postá-lo no meu mural do Facebook? O assunto é pertinente e importante.
Quando saí do país, as tecnologias foram importantes para manter contacto com as pessoas que fazem parte do meu círculo, para continuar a saber como correm as coisas em Portugal e principalmente manter contacto com a língua (que amo).
O Facebook, tem sido uma excelente ferramenta, a par do blog (que me permite alargar-me em opiniões).
No Facebook, que uso para trocar opiniões e pouco mais, chovem-me críticas porque não “posto” fotos.
E as poucas cedências que fiz, só serão reconhecidas pelos mais próximos, porque escolho as que não aparece a cara, principalmente do pequeno.
Na escolinha, já tinha proibido por escrito a utilização e divulgação da imagem do pequeno na rede, ou qualquer meio de divulgação. O mesmo ocorreu aqui, onde moro actualmente. Em todas as vezes que coloco o assunto da divulgação da imagem do pequeno, sou olhada como ave rara. Já me habituei.
As configurações de privacidade, na realidade não funcionam. E depois existem mil maneiras de manipular fotos e não é preciso pogramas caros como o Photoshop.
Sabemos que existem operadores do mercado de trabalho que se valem (erradamente), dos conteúdos do Facebook e outras redes sociais, para avaliar os empregados. Por isso, ao postarmos fotos de acontecimentos da vida privada nossa e dos nossos filhos, só não estamos a violar a sua privacidade, como a colocar em causa o seu futuro.
Mas as fotos são as que recebem mais “likes”, e para os orgulhosos paizinhos e só o que interessa: aparecer.
Se não existir nenhum inconveniente, eu posto o seu texto no meu mural. Aguardo a sua opinião, Magda.

Bom Domingo!
Imagem de perfil

Magda L Pais a 26.04.2015

Aerdna, estás à vontade para partilhar, onde e como quiseres, qualquer um dos meus textos, desde que com os devidos créditos. 
A maior parte das pessoas não usa o cérebro nestas coisas. Só isso justifica a quantidade de fotos de crianças que se vêem por ai fora, em toda e qualquer situação. E até as próprias crianças as colocam nos seus perfis do facebook sem qualquer atenção por parte dos pais
Imagem de perfil

Aerdna a 27.04.2015

Muito obrigada, Magda!
Irei colocá-lo no meu mural com os devidos créditos. Não iria ser de outra forma.

E isso das crianças terem perfis no facebook, sem existir nenhum tipo de filtro dá para mais umas quantas discussões.
Tudo bem! Estamos no século da vida virtual e mais vale ensinar a usar correctamente que fazer de conta que não existe. Dizem os antigos que "Ensina a pescar, não lhe dês o peixe".
Mas depois cobra-se atenção aos pais, ao mesmíssimo tempo que os mandam trabalhar todo o dia. Embora no papel existam direitos assinados, a verdade é que eles são largamente desrespeitados, principalmente os que têm a ver com tempo de descanso.
A sociedade tem de se decidir: ou escravizamo-nos ou cuidamos do futuro. E não vai existir um futuro muito apetecível com pais ausentes. As crianças crescem num mundo para nós já desconhecido, se perdem as aprendizagens passadas que são dadas pelos pais e pessoas mais velhas, então é o desconhecido torna-se algo mesmo perigoso.
No caso do facebook, não digo que os pais se façam amigos (é o mesmo que ler o diário), mas que os iniciem, abram a conta com eles, ajudem a configurar, mostrem-lhes onde reside o perigo, e principalmente estejam atentos a mudanças bruscas de comportamento! Actualmente, acho que é pedir demais.
Boa semana!
Imagem de perfil

Magda L Pais a 27.04.2015

não acho que seja pedir demais. Os meus filhos tem facebook e eu e o pai somos amigos deles na rede. Ambos sabem as regras, o que podem ou não partilhar, quem podem ter como amigos, o que podem ou não dizer. Ambos estão conscientes, desde sempre, dos perigos de partilharem coisas ou fotos a mais. Podes ver mais sobre as regras que foram impostas lá em casa e a forma de funcionamento nestes meus posts 
http://stoneartportugal.blogs.sapo.pt/71613.html
Imagem de perfil

Aerdna a 27.04.2015

Muito obrigada, pela dica!Image

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor








Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.