Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Verão alienígena

por Magda L Pais, em 29.08.15

história.jpg

Era fã do canal História. Sempre que por lá passava havia um ou outro programa que me interessava e raramente seguia para os canais seguintes. Histórias com história, histórias reais sobre o antigo Egipto, o assassinato de Keneddy, a Grécia antiga, os Maias, os Incas, enfim, uma panóplia de programas que o tornavam interessante.

Hoje, confesso, perdi totalmente o interessente. Sempre que por lá passo fujo a sete pés (que é como quem diz, sigo em zapping para o canal seguinte). Ovnis, alienígenas, actividades paranormais, exorcismos, etc e tal constituem a maioria (para não dizer todos) os programas.

Ele é o verão alienígena, o hangar extraterrestre, os gigantes, os extraterrestres, etc e tal. Podemos ficar a “saber” os rostos deles, que Deuses encarnaram, que máquinas usavam, as catástrofes que provocaram, as sequelas psicológicas, culturais e evolutivas, recentes e históricas sei lá eu que mais. 

Caramba!

Era um canal credível, de referência, no qual acreditava e com o qual sempre aprendia alguma coisa. Perdeu, quanto a mim, toda a credibilidade e deixou um vazio na programação que nenhum outro canal preenche. Passou dum canal de informação a um canal de comédia. O que é, sinceramente, uma pena.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


8 comentários

Imagem de perfil

O Homem Certo a 29.08.2015

Hoje pensei nisso. A maioria dos documentários são sobre a América ou dos nazis, ou como esses que mencionou.
Ou os preços da história.
Faltam aqueles doc sobre as personagens históricas, que são os que gosto mais.
A maioria dos programas são pouco interessantes, até muitas vezes sou enganado pelos títulos, vai se com uma expectativa é depois bah. Nada de interessante
Imagem de perfil

Magda L Pais a 29.08.2015

sim, faltou falar naqueles programas de leilões e de casas de penhores que pululam no canal história e que também lhe retira credibilidade. América e nazis são histórias reais e não invenções (se bem que também acho que podiam variar mais). Agora extraterrestres? poupem-me!
Imagem de perfil

Carolina a 29.08.2015

Não concordo. Sempre gostei do História e continuo a gostar. Aliás, interesso-me imenso por esses programas de ovnis e extraterrestres, e acho um ponto positivo eles terem começado a passá-los. Contudo, percebo o teu ponto de vista. Realmente podiam variar um bocadinho, nestes últimos tempos tem sido sempre a mesma coisa.
Beijinhos
Imagem de perfil

Magda L Pais a 29.08.2015

ah mas eu distingo programas credíveis de extraterrestres e ovnis daqueles que o História dá constantemente. Além disso, como dizes, agora só há mesmo programas destes, não dá praticamente mais nada
Imagem de perfil

Carolina a 30.08.2015

Nesse aspecto tens razão! O programa que gosto de ver que eles passam é o "extraterrestres", porque adoro ouvir o jornalista Josep Guijarro, de resto confesso que também não ligo muito. Mas continuo a gostar imenso do canal e acredito que em breve, depois do Verão, vão mudar a programação outra vez, vamos lá ver.
Beijinhos
Imagem de perfil

Magda L Pais a 30.08.2015

Mas esta programação já dura à uns tempos... com outros nomes, é verdade. Os programas que realmente interessam tem sido muito poucos
Imagem de perfil

Miss F a 31.08.2015

Cheguei a essa conclusão no outro dia, e não é só o Canal História, também o Discovery vai pelo mesmo caminho. Há dias em que me apetece ver um documentário e vou a esses canais ver se encontro alguma coisa interessante mas é tudo à volta de extra-terrestres, leilões, supermáquinas e coisas assim, desinteressantes. E eu até gosto de documentários sobre o espaço - desde que sejam interessantes e não balelas sobre sinais em campos de trigo e luzes no céu!
Imagem de perfil

Magda L Pais a 01.09.2015

sim, a parvoeira começa a atacar outros canais tambem. É como eu digo, falar de espaço e Ets, tudo de acordo mas de formas credíveis. às vezes sinto que, quem escreveu estes programas sobre os ETs viu, demasiadas vezes, o MIB

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor








Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.